Play Video
1
CASO URUANA - PARTE 01  25-10-2012
CASO URUANA - PARTE 01 25-10-2012
::2012/10/25::
Play Video
2
Abelbeetle Faixa 05 - CD Noite Abelbeetle em Uruana-GO - DJ Jean Nunes 2014
Abelbeetle Faixa 05 - CD Noite Abelbeetle em Uruana-GO - DJ Jean Nunes 2014
::2014/01/31::
Play Video
3
Trilha do Desafio de Uruana - Single Track XCO - PEDAL ELITE
Trilha do Desafio de Uruana - Single Track XCO - PEDAL ELITE
::2014/11/11::
Play Video
4
Voando em Uruana GO
Voando em Uruana GO
::2014/09/15::
Play Video
5
Uruana (Luciano Remix) - REBOOT [HD]
Uruana (Luciano Remix) - REBOOT [HD]
::2010/05/31::
Play Video
6
PONTE SOBRE O RIO SÃO MIGUEL URUANA DE MINAS - MG
PONTE SOBRE O RIO SÃO MIGUEL URUANA DE MINAS - MG
::2013/05/08::
Play Video
7
Noite Abelbeetle em Uruana-GO Tour 2014 part:2  / DJ Jean Nunes
Noite Abelbeetle em Uruana-GO Tour 2014 part:2 / DJ Jean Nunes
::2014/01/05::
Play Video
8
Rodeio Uruana-Go 2012 Completo
Rodeio Uruana-Go 2012 Completo
::2012/12/21::
Play Video
9
FESTA DE URUANA 2013.. PARTE 2....
FESTA DE URUANA 2013.. PARTE 2....
::2013/04/29::
Play Video
10
CENAS QUE NÃO FORAM INCLUSAS NO DOC. URUANA DE MINAS
CENAS QUE NÃO FORAM INCLUSAS NO DOC. URUANA DE MINAS
::2013/08/06::
Play Video
11
Agro Mais 26-09-14 - 4ª Festa Cultural de Uruana de Minas
Agro Mais 26-09-14 - 4ª Festa Cultural de Uruana de Minas
::2014/09/26::
Play Video
12
Show Lucas Lucco em Uruana Festa da Melancia...
Show Lucas Lucco em Uruana Festa da Melancia...
::2013/09/13::
Play Video
13
Fanfarra Cejat Uruana Go  Festa da Melançia
Fanfarra Cejat Uruana Go Festa da Melançia
::2011/01/14::
Play Video
14
AgroMais.tv - IV Festa da Cultura de Uruana de Minas
AgroMais.tv - IV Festa da Cultura de Uruana de Minas
::2014/08/27::
Play Video
15
Reboot - Uruana
Reboot - Uruana
::2012/06/29::
Play Video
16
Festa da Melancia Uruana GO 2011 - rio uru
Festa da Melancia Uruana GO 2011 - rio uru
::2011/09/19::
Play Video
17
Noite Abelbeetle em Uruana-GO Tour 2014 part:1  / DJ Jean Nunes
Noite Abelbeetle em Uruana-GO Tour 2014 part:1 / DJ Jean Nunes
::2014/01/06::
Play Video
18
P93 du  ganso  apavorando em* uruana-GO *
P93 du ganso apavorando em* uruana-GO *
::2011/10/31::
Play Video
19
A Essencia 114   Orquestra de Violeiros de Uruana
A Essencia 114 Orquestra de Violeiros de Uruana
::2013/09/07::
Play Video
20
Uruana de Minas na tela da Band
Uruana de Minas na tela da Band
::2012/03/07::
Play Video
21
Festa da Melancia Uruana GO 2011 - voo de helicóptero
Festa da Melancia Uruana GO 2011 - voo de helicóptero
::2011/09/19::
Play Video
22
MATHEUS E KAUAN | URUANA
MATHEUS E KAUAN | URUANA
::2014/03/31::
Play Video
23
festa da melancia em Uruana.... em 12/09/2009
festa da melancia em Uruana.... em 12/09/2009
::2009/09/17::
Play Video
24
Pr Diarley Pereira (pregando em Uruana de Minas)
Pr Diarley Pereira (pregando em Uruana de Minas)
::2014/09/16::
Play Video
25
ABERTURA SHOW LUAN SANTANA EM URUANA-GO
ABERTURA SHOW LUAN SANTANA EM URUANA-GO
::2013/12/09::
Play Video
26
Gcinco Sound car em Uruana de Minas 2012
Gcinco Sound car em Uruana de Minas 2012
::2012/01/23::
Play Video
27
Seco entrando na cidade de Uruana - GO
Seco entrando na cidade de Uruana - GO
::2013/10/07::
Play Video
28
URUANA DE VILLE MAGALIE FREJAVILLE Saint YRIEX
URUANA DE VILLE MAGALIE FREJAVILLE Saint YRIEX
::2013/08/15::
Play Video
29
Uruana - Goiás
Uruana - Goiás
::2010/08/19::
Play Video
30
Uruana, Goiás 10.mov
Uruana, Goiás 10.mov
::2011/09/11::
Play Video
31
Rio Uru - Uruana(GO)  Janeiro/2011
Rio Uru - Uruana(GO) Janeiro/2011
::2011/01/10::
Play Video
32
Loucos de Uruana
Loucos de Uruana
::2014/03/01::
Play Video
33
Festa da Melancia Uruana GO 2011 Desfile 01
Festa da Melancia Uruana GO 2011 Desfile 01
::2011/09/19::
Play Video
34
Festa da Melancia em Uruana, GO - 26/09/2010
Festa da Melancia em Uruana, GO - 26/09/2010
::2010/10/02::
Play Video
35
Alex Martins Musica: Uruana De Minas
Alex Martins Musica: Uruana De Minas
::2012/07/02::
Play Video
36
FESTA DE ROMARIA DE URUANA DE MINAS!
FESTA DE ROMARIA DE URUANA DE MINAS!
::2011/08/01::
Play Video
37
Loucos do grau em Uruana - Go
Loucos do grau em Uruana - Go
::2012/12/08::
Play Video
38
Suspeito de matar Gabrielly em Uruana Go diz estar arrependido:
Suspeito de matar Gabrielly em Uruana Go diz estar arrependido: 'Sinto remorso'
::2012/10/26::
Play Video
39
Gabrielly Sequestrada, Causa revolta, Uruana-GO
Gabrielly Sequestrada, Causa revolta, Uruana-GO
::2012/10/23::
Play Video
40
Noite Abelbeetle - 04 de Janeiro em Uruana GO
Noite Abelbeetle - 04 de Janeiro em Uruana GO
::2013/12/24::
Play Video
41
ORQUESTRA DE URUANA - Saudade da Roça
ORQUESTRA DE URUANA - Saudade da Roça
::2012/12/04::
Play Video
42
B ESSENCIA 160 Orquestra de Violeiros de Uruana
B ESSENCIA 160 Orquestra de Violeiros de Uruana
::2014/09/06::
Play Video
43
Uruana XCO 2014
Uruana XCO 2014
::2014/11/11::
Play Video
44
Leonardo descendo a trilha mirante 70 a Uruana
Leonardo descendo a trilha mirante 70 a Uruana
::2012/04/16::
Play Video
45
URUANA DE MINAS
URUANA DE MINAS
::2011/08/17::
Play Video
46
TRILHA DE BIKE - SERRA DE URUANA
TRILHA DE BIKE - SERRA DE URUANA
::2013/03/03::
Play Video
47
Skate Uruana Go 2013
Skate Uruana Go 2013
::2013/04/17::
Play Video
48
Fabio junior de uruana de minas no lua branca boiada anfera do rafael de brasilia df.3gp
Fabio junior de uruana de minas no lua branca boiada anfera do rafael de brasilia df.3gp
::2011/11/01::
Play Video
49
du saindo da roça  de melancia em uruana
du saindo da roça de melancia em uruana
::2010/10/10::
Play Video
50
Entrevista com o Prefeito da cidade de Uruana
Entrevista com o Prefeito da cidade de Uruana
::2014/02/17::
MAIS >>
RESULTADOS [51 .. 101]
Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Município de Uruana
"Terra da Melancia"
Bandeira desconhecida
Brasão desconhecido
Bandeira desconhecida Brasão desconhecido
Hino
Aniversário 20 de julho
Fundação 20 de julho de 1937
Gentílico uruanense
Prefeito(a) Glimar do Prado (PP)
(2013–2016)
Localização
Localização de Uruana
Localização de Uruana em Goiás
Uruana está localizado em: Brasil
Uruana
Localização de Uruana no Brasil
15° 29' 52" S 49° 41' 16" O15° 29' 52" S 49° 41' 16" O
Unidade federativa  Goiás
Mesorregião Centro Goiano IBGE/2008 [1]
Microrregião Não disponível
Região metropolitana Goiânia
Municípios limítrofes Rialma, Rianápolis, Itaguaru, Itapuranga, Heitoraí e Jaraguá
Distância até a capital 140 km
Características geográficas
Área 522,127 km² [2]
População 13 826 hab. Censo IBGE/2010[3]
Densidade 26,48 hab./km²
Altitude 590 m
Clima tropical Aw
Fuso horário UTC−3
Indicadores
IDH-M 0,758 alto PNUD/2000 [4]
PIB R$ 93 630,419 mil IBGE/2008[5]
PIB per capita R$ 6 635,75 IBGE/2008[5]
Página oficial

Uruana é um município brasileiro do estado de Goiás, na mesorregião do Centro Goiano. Sua população recenseada em 2010 pelo IBGE era de 13.826 habitantes. Está localizada na margem direita do Rio Uru, afluente da bacia do Rio Tocantins. A cidade é muito conhecida, regional e nacionalmente, como a "Capital da Melancia". Em virtude de sua economia ser baseada na agropecuária, sobretudo no cultivo de melancia, é realizada anualmente sempre no mês de setembro, uma festa popular pela ocasião do fim da colheita da fruta.

História[editar | editar código-fonte]

Em 1920 José Alves Toledo toma um trem na estação de Patrocínio, sua cidade natal, e vai até Anápolis, em Goiás, fazendo o caminho dos bandeirantes e caixeiros viajantes. Acompanhado de sua esposa, Senhora Ambrosina Moreira Conceição, chega a Anápolis com seus sete filhos. Morando em Anápolis, e marcado pelo espírito do pioneirismo, no ano de 1924 compra uma boa gleba de terras no município de Jaraguá. Dois anos depois, sua esposa veio a falecer, e ele se casa com Ana Machado Parreira, de 16 anos de idade. José Alves Toledo, dono de uma das mais organizadas fazendas da região, cuidou da construção de estradas para facilitar o escoamento da produção e o contato com os amigos.

Com a preocupação de educar os filhos, pediu ao governo a construção de uma escola. O governo negou o pedido, pois só poderia construir uma escola em povoados, vilas e cidades. Decidido a prover a região com escola, deslocou-se até as margens do Rio Urú, para fundar o povoado de Capela de São Sebastião, primeiro nome do que depois viria a ser a cidade de Uruana. Em 18 de julho de 1937 foi rezado um terço em louvor à São Sebastião e levantada a cruz, esculpida por Joaquim Lopes, que até hoje se encontra em frente à igreja Matriz. Nessa época, o governo de Getúlio Vargas dá início a um movimento para ocupação dos rincões do interior do Brasil, que mais tarde fica conhecido como Marcha Para o Oeste. De imediato, o Senhor José Alves Toledo, escreveu cartas a parentes e amigos em Minas Gerais, Bahia e Goiás, convidando-os a virem explorar as terras férteis.

Aos poucos, os imigrantes foram construindo ranchos à beira da Capela de São Sebastião. A pedido de José Alves Toledo, o topógrafo e engenheiro Felicíssimo do Espírito Santo fez o traçado da cidade. Em 1940 havia cerca de 30 casas, e em 1946 já contava com 680 casas e uma população estimada de 3.000 pessoas. O que proporcionou esse rápido crescimento foi a construção da rodovia federal, que está ligada à CANG - Colônia Nacional Agrícola de Goiás. O município de Uruana recebeu no início, pequenos camponeses que não se fixaram à CANG. Esses camponeses eram pessoas sem recursos, na maioria agregados de fazenda, meeiros e arrendatários - que saíam em busca de terra para plantar.

Etimologia[editar | editar código-fonte]

É comum entre os mais velhos moradores da cidade contar-se que, certo dia, estavam reunidos o Senhor José Alves Toledo, o Senhor Brás Pereira da Silva e o Senhor Felicíssimo do Espírito Santo, topógrafo residente em Jaraguá. O motivo da reunião era a definição para escolher um nome para o lugar. Durante a reunião, o Senhor José Alves Toledo relatou que em um passeio de canoa pelas águas do Rio Urú com sua esposa Ana, a mesma lhe perguntou o nome daquele rio. O Senhor José Alves Teria respondido: "É Uru, Ana!" Impressionado com a história do compadre e companheiro, o Senhor Felissíssimo sugeriu que em homenagem ao Rio e a esposa do Senhor José Alves Toledo, deveriam unir os dois nomes, o do rio e da esposa, originando-se assim o nome Uruana.

O Médico e o interior de Goiás[editar | editar código-fonte]

O primeiro prefeito de Uruana foi o médico e farmacêutico Jairo Ferreira de Castro. Convidado para ser médico no Rio de Janeiro, ele não se adaptou, pois vinha de uma cidade pequena no interior de Minas Gerais, Barbacena. Depois de uns anos, resolveu tirar licença do Rio de Janeiro e ir conhecer o interior de Goiás, onde tinha-se notícia do crescimento devido a marcha para o oeste.

Ele se apaixonou pela ideia de encontrar o verdadeiro Brasil viajando pelos interiores. Ele quis então conhecer o Araguaia e, para tanto, veio a Goiás para pescar. Dona Esmeralda, esposa de Dr. Jairo, conta que quando ele foi comprar a passagem de trem de ferro, pediu para a moça que vendia as passagens que queira ir para o fim da linha. Nessa época, o fim da linha era Anápolis, onde ele chegou e de lá partiu para Goiânia. Essa marca de pioneiro desbravador, apaixonado pelo conhecimento, foi uma constante na vida desse cientista e educador.

Em Goiânia ficou algum tempo no Grande Hotel, fez amizade com as pessoas da cidade, que o recomendaram a conhecer o Rio Araguaia. Em Itaberaí ele foi em uma caravana para o Araguaia, pela quantidade de peixes e pelo céu enfeitado por pássaros de várias espécies. Como ele gostava da natureza, foi um profundo incentivador do cultivo de orquídeas. Voltando do Araguaia, Jairo passou com uns companheiros por Uruana. Dona Esmeralda, diz: "quando chegou a tardinha, na pensão da praça em Uruana, o assunto era uma mulher que estava muito mal para dar à luz, que a família já estava desesperada e sem esperança. Quando descobriram que ele era médico, pediram que ele tratasse a mulher. Foi então que ao tratar a mulher espalhou pela redondeza que havia um médico na cidade, e a partir daí nunca mais ficou um dia sem atender dezenas de pessoas."

Quando o convidaram para ir embora, ele disse aos companheiros que ficaria mais alguns dias, pois estava notando muitas doenças, e que o povo precisava que ele tratasse de suas febres, moléstias e infecções, como disenteria e etc. O espetacular em Jairo Ferreira de Castro foi sua preocupação com as atividades educacionais, cívicas e esportivas. Fez uma série de colégios, organizou o movimento de escoteiros na cidade e principalmente, promoveu os esportes e as festas cívicas.

Geografia[editar | editar código-fonte]

Possui dois distritos: Uruceres e Uruíta. E quatro povoados: Perilândia, francisnópolis (lagoa) Ranchão, Braslândia (sucupira).

Uruana possui uma altitude que varia de 530 a 610 metros na cidade. Em outras áreas de serra a altitude pode variar de 900 a 1060 metros.

Hidrografia[editar | editar código-fonte]

É banhada pelo Rio Uru, que pertence à Bacia do Rio Tocantins. Na época da seca, o rio Uru fica de 1 a 1,5 metros de profundidade nas áreas que são utilizadas pelos banhistas. Na cheia, a profundidade do rio pode atingir de 3 a 8 metros.

Vegetação[editar | editar código-fonte]

A vegetação do município de Uruana é típica do cerrado: galhos retorcidos, folhas grossas, a maioria das árvores são de médio porte, sendo que a muitas dessas árvores perdem todas ou quase todas as suas folhas no inverno devido à estiagem e ao calor intenso dos meses de Agosto, Setembro e Outubro, fase essa denominada de “dormência”, que é quando as árvores “descansam” enquanto as chuvas não chegam. Algumas árvores não suportam a estiagem prolongada e morrem, permanecendo sem folhas mesmo no verão.

Os Ipês são os que predominam na seca do cerrado por entre vales e serras, criando um contraste entre a vegetação dormente seca e o colorido dos Ipês. Apesar de o solo ser ácido, a produtividade é alta devido às adições de neutralizadores e agrotóxicos.

Praticamente todo o cerrado nativo em Uruana foi alterado pelo homem. Por satélite, vê-se que vastos pastos e plantações que interrompem com a vegetação. As áreas de terrenos íngremes são as menos alteradas pelo homem devido à impossibilidade de se realizar alguma atividade, seja esta a criação de gado ou plantações.

Clima[editar | editar código-fonte]

Searchtool.svg
Esta página ou secção foi marcada para revisão, devido a inconsistências e/ou dados de confiabilidade duvidosa (desde abril de 2011). Se tem algum conhecimento sobre o tema, por favor, verifique e melhore a consistência e o rigor deste artigo. Considere utilizar {{revisão-sobre}} para associar este artigo com um WikiProjeto e colocar uma explicação mais detalhada na discussão.
Tabela climática de Uruana
Temperaturas
Mês Jan Fev Mar Abr Mai Jun Jul Ago Set Out Nov Dez Média
Média Máxima °C 27°C 29°C 30°C 29°C 29°C 28°C 29°C 31°C 34°C 32°C 29°C 26°C 29°C
Média minima °C 20°C 20°C 19°C 17°C 15°C 13°C 11°C 14°C 18°C 21°C 20°C 20°C 18°C
Precipitação
Mês Jan Fev Mar Abr Mai Jun Jul Ago Set Out Nov Dez Total
Total mm 318mm 233mm 175mm 114mm 27mm 5mm 3mm 13mm 44mm 129mm 212mm 302mm 1575mm
Dados referentes 2007.

Recordes extremos:

  • Maior temperatura máxima já registrada: 41,6°C (Outubro de 2007)
  • Menor temperatura máxima já registrada: 17,5 (Julho de 1975)
  • Menor temperatura mínima já registrada: 2,5°C (Julho de 1975)
  • Maior temperatura mínima já registrada: 27,8°C (Outubro de 2007)

Uruana possui um clima tropical semi-úmido, sendo seco e ameno no inverno (madrugadas frias e dias quentes) e quente e úmido no verão. Há presença de muitos ventos durante a maior parte do outono (abril a junho), fazendo com que as temperaturas se tornem mais amenas. A temperatura média no inverno é de 20,9°C e a média máxima é de 28,4°C, na primavera. No verão a média das temperaturas fica de 25°C. No inverno, as mínimas podem alcançar os 10°C e as máximas podem ficar entre 27°C e 35°C. Normalmente, no inverno é comum se ter grandes amplitudes térmicas. (Temperaturas típicas de um dia de inverno: mín. 11°C/máx.31°C). Há casos excepcionais em que as mínimas podem ser inferiores a 10°C podendo chegar aos 7°C nas áreas rurais devido à presença de grande umidade. O motivo é que as condições ambientes do cerrado no inverno fazem com que este, aparente ter um clima desértico: seco e quente durante o dia(26°C-35°C, com umidade relativa do ar entre 10% e 20%) e frio durante a noite (9°C-14°C, porém com umidade entre 40% e 60%). Há períodos no inverno em que o calor é intenso durante a tarde. Nesses períodos pode haver altíssimas amplitudes térmicas, ou seja, numa noite pode fazer 11°C e na tarde chegar a 37°C: isto é, uma amplitude térmica de 26°C! No outono, assim como no inverno, é comum haver ventos que variam entre 15 km/h e 35 km/h, com rajadas que podem ultrapassar os 45 km/h, devido à grande variação de pressão decorrente da alta diferença de temperatura entre o dia e a noite. Os ventos se iniciam aproximadamente das 09:00 horas às 18:00, o que propicia no aumento da sensação térmica durante o dia. Por exemplo, se numa manhã faz 18°C com ventos de 15 km/h, a sensação térmica pode ser de 15°C a 16°C. (Temperaturas típicas de um dia de outono: mín. 15°C/máx.28°C).

  • No verão, as mínimas ficam mais altas, em torno dos 21°C e as máximas, amenas (em torno dos 27°C)graças às chuvas densas e volumosas. (Temperaturas típicas de um dia de verão: mín. 21°C/máx.29°C). Nos chamados "veranicos", principalmente aqueles que duram até 15 dias, a temperatura sobe consideravelmente, podendo chegar a 40°C. Mas fenômenos desse nível não ocorrem com tanta incidência, pois há mais "veranicos" com menores intensidades.
  • Mas é na primavera que são registradas as maiores temperaturas do ano, pois as mínimas podem ficar próximas dos 30°C e as

máximas podem passar dos 40°C. Mesmo assim há primaveras que podem estar acima ou abaixo da média, como ocorreu em 17 de setembro de 2001, dia em que as temperaturas variaram de 12,8°C, durante a madrugada, a 27,5°C, durante a tarde. (Temperaturas típicas de um dia de primavera: mín. 19°C/máx.35°C).

  • Em Uruana ocorrem 1708 milímetros anuais de chuva, sendo esta concentrada principalmente de Outubro a Abril. De Maio a Setembro, caem somente 91,2 milímetros de chuva (época da seca) - mas tem anos que de Maio a Setembro são registrados nem 10 milímetros. É comum, de agora para frente, ficar 5 meses sem cair uma gota e, nesse período de seca (principalmente em Setembro e início de Outubro), serão comuns as temperaturas passarem dos 40°C, podendo atingir até 43°C. Com o passar dos anos essa ocorrência será cada vez mais frequente, se nada for mudado para que isso se estabilize.

Dados de Registros Climatológicos[editar | editar código-fonte]

  • A menor máxima de 2007 ocorreu no dia 24 de Maio, dia de ventos constantes (de 25 km/h a 35 km/h) em que a máxima não passou dos 21,2°C (mas a sensação térmica era de 17°C devido aos ventos) e a mínima atingiu os 16,9°C (com sensação térmica de 14°C devido aos ventos durante a madrugada), isso devido ao tempo nublado, fechado e com chuviscos, provenientes de vestígios de uma frente fria que entrou com força no Brasil e derrubou bruscamente as temperaturas nas regiões Sul, Sudeste, Centro-oeste e Norte, levando-se em consideração reduções significativas de temperatura em Goiás. No dia posterior, a mínima variou de 8,9°C a 11,7°C na região. Em regiões de serra as marcas certamente foram de 1°C a 4°C menores que as temperaturas registradas em altitudes com 600m.
  • A maior mínima registrada foi de 27,8°C na primavera de 2007 e a maior máxima, de 41,6°C também na primavera de 2007. A umidade relativa do ar no inverno durante o dia pode não ultrapassar os 15%.
  • Em 18 de Julho de 2000 foi registrada uma temperatura mínima que variou entre 6°C e 9°C durante a madrugada. Mas a máxima permaneceu alta (entre 24°C e 28°C).
  • Uruana teve manhãs bastante geladas em Julho de 2008, cujas mínimas ficaram em torno dos 12°C(com média de 12,2°C) e as máximas, 30°C(com média de 30,3°C).
  • A maior temperatura do ano de 2008 ocorreu em 28 de Outubro, cuja marca atingiu os 40,6°C. Já a menor, ocorreu em 10 de Julho, cuja marca foi de 9,8°C. O mês de Outubro fechou com índices pluviométricos com quase 90 milímetros abaixo da média.
  • No ano de 2009, as duas menores temperaturas ocorridas foram de 8,7°C no dia 4 de Julho (dia esse cuja máxima foi de 33,0°C) e de 9,0°C no dia 3 de Junho (dia esse cuja máxima foi de 23,7°C).
  • Por enquanto a menor máxima do ano de 2009 foi de 21,0°C no dia 6 de Dezembro, devido a um tempo chuvoso com 87,4mm de chuva que houve; já a maior máxima foi de 38,1°C no dia 17 de Setembro.
  • A tendência é o período de estiagem aumentar de 5 para 7 meses até o ano de 2020, devido ao processo de desmatamento feito pelo homem; pela desertificação norte cerrado; pelo aumento da temperatura; e pelo desvio de massas de ar que influenciam sobre Goiás.

Turismo[editar | editar código-fonte]

Uruana é a capital nacional da melancia. No mês de setembro acontece a festa nacional da melancia, onde se escolhe a Rainha da melancia e acontecem desfiles e shows. O rio Uru é usado para refrescar os turistas. Uruana é conhecida por sua hospitalidade com os turistas não somente durante a festa da melancia, mas também durante outros eventos como a festa de São Sebastião.Outro ponto atrativo aos turistas é o rio Uru situado dentro da cidade acolhe banhistas em tardes quentes.

Economia[editar | editar código-fonte]

Uruana é conhecida pela grande produção de grãos e leite. Entretanto a cidade encontrou uma atividade no campo que a tornou conhecida nacional e internacionalmente: A produção de melancias. Uruana tem mercados garantidos de melancia em Goiânia, São Paulo, possuindo vínculo com a cidade de Ocauçu interior de São Paulo, Brasília, Paraná, Minas Gerais, Pará, Santa Catarina, Rio Grande do Sul dentre outros estados, além de países do Mercosul exportando a fruta para a Argentina, Paraguai e Uruguai.

A qualidade, a organização da produção e a produtividade rentável de melancia em Uruana não encontra páreo em grande parte do Brasil e da América Latina. A cidade tem vida econômica própria. Encontrou na exploração coletiva do campo, novas oportunidades de fortalecimento econômico. Conservou a produção tradicional de arroz e milho, mas concentrou suas atividades na exploração de melancia. Uruana serve aos mercados locais como leite, bovinos, aves e suínos, praticando, ao mesmo tempo, uma agricultura de ponta que envolve pequenas, médias e grandes propriedades nos mais diversos produtos agrícolas.

A mais tradicional e famosa festa de Uruana é a da Melancia. É o momento em que se comemora o sucesso da colheita da fruta. A primeira festa foi em 1978. desde 1993 se tornou um evento nacional Acontece todos os anos sempre em setembro, no mês de aniversário da cidade.

A cultura da melancia começou em Uruana em 1968. O engenheiro agrônomo Arsênio da Silveira, conversando com o Sr. Álvaro Moreira Domingues, produtor da região, falou sobre plantar uma horta de melancia na forma irrigada. A produção foi tão grande que o povo de Uruana não conseguiu consumir tudo. A partir desse fato, começou-se a comercializar em Goiânia. Foi no governo de José Mariano Costa que se incrementou a festa, passando a ser a grande realização do prefeito. Até próximo de sua morte, ele ainda se preocupava com a realização do evento, mesmo não sendo mais prefeito da cidade.

Na primeira festa, várias datas comemorativas foram lembradas. Um grupo apresentou o hino, festejou-se o dia da alfabetização - na época, o dia do mobral (Movimento Brasileiro de Alfabetização). Teve ainda a escolha da rainha da melancia, o desfile estudantil, com concentração na porta da prefeitura e distribuição de 60 toneladas da fruta.

Outro destaque da festa da melancia é o concurso do chupa-chupa, ou seja, o concurso do maior chupador de melancia, uma disputa para ver quem consegue comer mais melancia. O concorrente é pesado antes e depois do concurso, onde ele chupa a fruta até não aguentar mais. Aí conta-se o peso da diferença para mais. O campeão de Uruana, conhecido como Doca, devorava até sete quilos ainda ia "almoçar bastante". A festa é um dos momentos para a promoção do turismo no Rio Uru, onde as pessoas ficam acampadas. Atualmente é Realizada no parque de exposições José Rocha Borges, as margens do rio Uru. A origem do nome Uruana deriva da pioneira dali, Dona Ana, conjugado com o nome do principal rio Uru, donde surgiu Uruana.

Geografia[editar | editar código-fonte]

O município de Uruana tem ótima localização, no fértil Vale do São Patrício. São 522 km² de extensão territorial. Possui 26 habitantes por km². Enquanto Goiás, continua tendo um crescimento anual muito superior a média brasileira, Uruana continua estável, com população em torno de 14 mil pessoas. As atividades urbanas têm crescido com o êxodo rural, embora ainda de forma modesta, vem se elevando. A população da área urbana é de quase 11 mil pessoas. Entre o censo demográfico de 1991 e a contagem de 1996, Uruana teve sua população aumentada em 1,51%¨, enquanto algumas cidades da região metropolitana de Goiânia, tais como Trindade, Senador Canedo e Aparecida de Goiânia, tiveram uma média de crescimento em torno de 8% ao ano.

Produção[editar | editar código-fonte]

A economia de uruana tem seu forte na produção, armazenagem, transporte e exportação - inclusive para o Mercosul - de melancia. Dois mil e quinhentos hectares de melancia são plantados no município, tendo uma média de produção de 45 toneladas por hectare, sendo esta a principal atividade econômica da cidade. Gera mais de três mil empregos diretos e indiretos, além de vários efeitos econômicos importantes. Em época de safra, os restaurantes, pensões e hotéis ficam lotados, os postos de gasolina faturam mais e o número de caminhões para o transporte é grande, enchendo toda a cidade, onde os agenciadores de cargas captam pedidos de frete para todo o país.

A média da colheita é de 30 toneladas por hectare. A melancia, com a apurada tecnologia de Uruana, pode ser colhida 90 dias após o plantio. O ingresso de outros países da América do Sul no Mercosul, como Peru e Colômbia, e a queda de barreiras comerciais, irá favorecer as exportações de melancia e a cidade obterá novos mercados para suas vendas. O entrelaçamento comercial de Uruana com a Argentina tem sido crescente. Tanto que, atualmente, o município cultiva, cada vez mais, abóbora para exportação aos argentinos.

Outras atividades urbanas têm caracterizado a economia de Uruana, com ótimas oportunidades de crescimento. A cerâmica artesanal vem crescendo, embora ainda necessite de aprimoramento na sua produção, pois o trabalho é todo manual. As indústrias de confecções também têm peso na economia do município. A produção chega a 40 mil peças por mês e gera mais de mil empregos diretos e indiretos. Segundo empresários do setor, a maior dificuldade continua sendo a falta de mão-de-obra especializada. A comercialização das confecções é feita por representantes espalhados em Goiás, Distrito Federal, Mato Grosso, São Paulo, Paraná, Rio de Janeiro, Espírito Santo, Minas Gerais, Tocantins, Rio Grande do Sul e Santa Catarina.

Outra Atividade que está em expansão em Uruana é a apicultura. O número de colméias é de 250, e o volume é de 6.250 quilos de mel por ano. De acordo com os últimos censos do IBGE, pode-se observar que o consumo de energia elétrica aumentou na zona rural.

A produção de leite no município merece destaque. Com um rebanho de 53 mil cabeças, aproximadamente, estima-se que a produção anual seja de vinte milhões de litros.

A maior exploração por hectare em Uruana são as plantações de melancia. No entanto, o município ainda conserva o plantio de arroz de sequeiro, embora ele esteja, pouco a pouco, dando lugar à produção de milho.

Cultura[editar | editar código-fonte]

O padroeiro da Cidade é São Sebastião, quando na festa em sua homenagem, comemora-se com grande alegria. Embora se comemore o dia de São Sebastião em 20 de janeiro, em Uruana, devido a chuva que cai nesse mês, o evento passou a ser realizado em julho.

A crença em São Sebastião está ligada à imaginação dos produtores. Ele é o principal protetor contra pestes, fomes e as misérias a que camponeses estavam vulneráveis, como as doenças nas lavouras e nos animais. Nas rezas e orações comuns a São Sebastião, sempre acompanha a seguinte expressão: "Enfim, glorioso mártir São Sebastião, protegei-nos contra a peste, a fome e a guerra; defendei nossas plantações e nossos rabanhos, que são dons de Deus para o nosso bem, para o bem de todos."

Referências

  1. Divisão Territorial do Brasil Divisão Territorial do Brasil e Limites Territoriais Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (1 de julho de 2008). Visitado em 11 de outubro de 2008.
  2. IBGE (10 de outubro de 2002). Área territorial oficial Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Visitado em 5 de dezembro de 2010.
  3. Censo Populacional 2010 Censo Populacional 2010 Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (29 de novembro de 2010). Visitado em 11 de dezembro de 2010.
  4. Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil Atlas do Desenvolvimento Humano Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) (2000). Visitado em 11 de outubro de 2008.
  5. a b Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008 Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Visitado em 11 de dezembro de 2010.
Ícone de esboço Este artigo sobre municípios do estado de Goiás é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.
Conteúdo da Wikipedia está licenciado sob a: GFDL License
Powered by YouTube