Play Video
1
Carnaval 2014. Prados/Minas Gerais(2)
Carnaval 2014. Prados/Minas Gerais(2)
::2014/03/04::
Play Video
2
Copa Turinhos Motocross Prados-MG 2013
Copa Turinhos Motocross Prados-MG 2013
::2013/06/12::
Play Video
3
#6 Diário de Bordo: Expo Prados - MG
#6 Diário de Bordo: Expo Prados - MG
::2013/09/17::
Play Video
4
Carnaval 2010 em Prados - Minas Gerais
Carnaval 2010 em Prados - Minas Gerais
::2010/02/20::
Play Video
5
Teia de aranha gigante em Prados, Minas Gerais - Brasil
Teia de aranha gigante em Prados, Minas Gerais - Brasil
::2010/01/12::
Play Video
6
Semana Santa em Prados MG Sábado de Passos 1ª parte 2012.mp4
Semana Santa em Prados MG Sábado de Passos 1ª parte 2012.mp4
::2012/04/11::
Play Video
7
"Prados, Minas Gerais"
"Prados, Minas Gerais"
::2013/05/22::
Play Video
8
Carnaval em Prados MG 01/03/2014
Carnaval em Prados MG 01/03/2014
::2014/03/05::
Play Video
9
Carnaval Prados - MG - 2013 - Sábado dia 09/02/2013
Carnaval Prados - MG - 2013 - Sábado dia 09/02/2013
::2013/02/13::
Play Video
10
LIRA CECILIANA EXECUTANDO O JOÃO DA MATA  NO INTERIOR DA MATRIZ PRADOS MG
LIRA CECILIANA EXECUTANDO O JOÃO DA MATA NO INTERIOR DA MATRIZ PRADOS MG
::2012/04/04::
Play Video
11
MAISTRILHAS - 4º Trilhão de Prados-MG (Convite)
MAISTRILHAS - 4º Trilhão de Prados-MG (Convite)
::2014/04/23::
Play Video
12
Os sinos da Igreja de Nossa Senhora da Conceição da Cidade de Prados Minas Gerais
Os sinos da Igreja de Nossa Senhora da Conceição da Cidade de Prados Minas Gerais
::2014/03/17::
Play Video
13
2010 - 16.06 - Prados MG
2010 - 16.06 - Prados MG
::2010/06/27::
Play Video
14
UCA - PRADOS-MG /CARNAVAL 2014
UCA - PRADOS-MG /CARNAVAL 2014
::2014/03/08::
Play Video
15
Semana Santa em Prados MG Sábado de Passos 2ª parte 2012.mp4
Semana Santa em Prados MG Sábado de Passos 2ª parte 2012.mp4
::2012/04/11::
Play Video
16
Prados - MG (Subindo a Ladeira da Matriz)
Prados - MG (Subindo a Ladeira da Matriz)
::2007/10/22::
Play Video
17
Carnaval Prados 2014 - Gato Preto
Carnaval Prados 2014 - Gato Preto
::2014/03/04::
Play Video
18
Semana Santa em Prados  MG Sexta santa 2011.mp4
Semana Santa em Prados MG Sexta santa 2011.mp4
::2012/04/10::
Play Video
19
Carnaval 2010 em Prados (MG)
Carnaval 2010 em Prados (MG)
::2010/02/18::
Play Video
20
PROJETO REPASSANDO MINAS - para "Bichinho" - Prados-MG
PROJETO REPASSANDO MINAS - para "Bichinho" - Prados-MG
::2012/05/18::
Play Video
21
show de free style Rodrigão 450 Bichinho Prados MG
show de free style Rodrigão 450 Bichinho Prados MG
::2013/10/15::
Play Video
22
coral brilho celeste prados mg
coral brilho celeste prados mg
::2014/01/05::
Play Video
23
Semana Santa em Prados  MG João da Mata.mp4
Semana Santa em Prados MG João da Mata.mp4
::2012/04/10::
Play Video
24
33º Festival de Música de Prados MG
33º Festival de Música de Prados MG
::2010/08/31::
Play Video
25
Motocross Prados-MG 09/06/13
Motocross Prados-MG 09/06/13
::2013/06/10::
Play Video
26
PRADOS-MG AQUECIMENTO BATERIA DA UCA 2012.wmv
PRADOS-MG AQUECIMENTO BATERIA DA UCA 2012.wmv
::2012/02/22::
Play Video
27
sermao descimento da cruz prados mg 2014
sermao descimento da cruz prados mg 2014
::2014/04/19::
Play Video
28
3° trilhao de prados parte do percurso
3° trilhao de prados parte do percurso
::2012/12/23::
Play Video
29
Sino da igreja do Rosário em Prados - MG
Sino da igreja do Rosário em Prados - MG
::2014/07/17::
Play Video
30
PRADOS MG - MEU CARNAVAL - 2012.wmv
PRADOS MG - MEU CARNAVAL - 2012.wmv
::2012/02/28::
Play Video
31
Bichinho - Distrito de Prados MG
Bichinho - Distrito de Prados MG
::2014/05/06::
Play Video
32
CAVALGADA  EXPO 2009-PRADOS MG - 2
CAVALGADA EXPO 2009-PRADOS MG - 2
::2009/09/15::
Play Video
33
Motocross Sitio do Marmitão Prados MG
Motocross Sitio do Marmitão Prados MG
::2009/10/06::
Play Video
34
Festival de musica de Prados MG  6
Festival de musica de Prados MG 6
::2014/07/14::
Play Video
35
Travessia da Serra de São José ( Tiradentes x Prados MG ) - Tbr operadora
Travessia da Serra de São José ( Tiradentes x Prados MG ) - Tbr operadora
::2013/12/09::
Play Video
36
TRAVESSIA SERRA DE SÃO JOSÉ: TIRADENTES X PRADOS (MG)
TRAVESSIA SERRA DE SÃO JOSÉ: TIRADENTES X PRADOS (MG)
::2014/02/07::
Play Video
37
POUSO BARÃO   PRADOS   MG
POUSO BARÃO PRADOS MG
::2012/07/03::
Play Video
38
Obenquesalva em Prados MG
Obenquesalva em Prados MG
::2014/07/19::
Play Video
39
Estrada Real: Bichinho MG X Prados MG (Trilha DOG)
Estrada Real: Bichinho MG X Prados MG (Trilha DOG)
::2013/07/04::
Play Video
40
PRADOS MG UCA 50 ANOS DE EMOÇÃO.wmv
PRADOS MG UCA 50 ANOS DE EMOÇÃO.wmv
::2012/02/27::
Play Video
41
Carnaval Prados - MG - 2013 - Sábado dia 09/02/2013
Carnaval Prados - MG - 2013 - Sábado dia 09/02/2013
::2013/02/13::
Play Video
42
Martinho manda recado para Prados-MG
Martinho manda recado para Prados-MG
::2011/12/23::
Play Video
43
SERRA SÃO JOSÉ-PRADOS-MG.wmv
SERRA SÃO JOSÉ-PRADOS-MG.wmv
::2011/07/24::
Play Video
44
F292 em Prados- MG
F292 em Prados- MG
::2013/09/13::
Play Video
45
Museu do Automóvel da Estrada Real - Bichinho - (Prados - MG)
Museu do Automóvel da Estrada Real - Bichinho - (Prados - MG)
::2013/09/13::
Play Video
46
Passeio Prados, MG -- Aparecida, SP. Rodovia Dutra, próxima a Cachoeira Paulista.
Passeio Prados, MG -- Aparecida, SP. Rodovia Dutra, próxima a Cachoeira Paulista.
::2012/10/24::
Play Video
47
VOANDO  NA SERRA SÃO JOSÉ-PRADOS MG -20 DE NOVENBRO DE 2011-PILOTO ALEX RODRIGUES...wmv
VOANDO NA SERRA SÃO JOSÉ-PRADOS MG -20 DE NOVENBRO DE 2011-PILOTO ALEX RODRIGUES...wmv
::2011/12/24::
Play Video
48
PRADOS-MG  UCA DESCENDO A LADEIRA 2012.wmv
PRADOS-MG UCA DESCENDO A LADEIRA 2012.wmv
::2012/02/25::
Play Video
49
2010 - 21.04 - Mucama - Artesanatos - Prados - MG
2010 - 21.04 - Mucama - Artesanatos - Prados - MG
::2010/04/29::
Play Video
50
Bloco Malungos - Prados, MG
Bloco Malungos - Prados, MG
::2012/02/24::
MAIS >>
RESULTADOS [51 .. 101]
Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Município de Prados
"Cidade da Música"
Bandeira de Prados
Brasão de Prados
Bandeira Brasão
Hino
Aniversário 24 de maio
Fundação 1704
Emancipação 1892
Gentílico pradense
Lema Por todos e Para todos
Prefeito(a) Maurílio José de Lima (PT)
(2013–2016)
Localização
Localização de Prados
Localização de Prados em Minas Gerais
Prados está localizado em: Brasil
Prados
Localização de Prados no Brasil
21° 03' 28" S 44° 04' 48" O21° 03' 28" S 44° 04' 48" O
Unidade federativa  Minas Gerais
Mesorregião Campo das Vertentes IBGE/2008 [1]
Microrregião São João Del Rei IBGE/2008 [1]
Municípios limítrofes Lagoa Dourada, Coronel Xavier Chaves, São João del-Rei, Tiradentes, Barroso, Barbacena, Dores de Campos e Carandaí
Distância até a capital 181 km
Características geográficas
Área 261,410 km² [2]
População 8 395 hab. Censo IBGE/2010[3]
Densidade 32,11 hab./km²
Altitude 979 m
Clima Tropical de Altitude
Fuso horário UTC−3
Indicadores
IDH-M 0,729 alto PNUD/2000 [4]
PIB R$ 55 359,639 mil IBGE/2008[5]
PIB per capita R$ 6 522,87 IBGE/2008[5]
Página oficial

O município de Prados sempre integrou a rota dos turistas que transitam pelo Circuito Trilha dos Inconfidentes. O centro histórico dessa cidade setecentista mantém igrejas e casarões bem conservados. Ali viveu a mulher considerada como a mais atuante no movimento da Inconfidência Mineira - a rica pradense Hipólita Jacinta Teixeira de Melo, mulher do inconfidente Francisco Antônio de Oliveira Lopes. O casarão que lhe serviu de residência após o degredo do marido é hoje um atelier de artesanato que fica em frente à Igreja Matriz.

Segundo a tradição, o povoamento local se deu através de uma bandeira chefiada pela família Prado. Eles deram origem a um núcleo de mineração que, mais tarde, tornou-se o Arraial de Nossa Senhora da Conceição de Prados, um dos mais importantes do Termo da Vila de São José. Têm-se notícias de casamentos realizados na Capela de Prados já em 1716. O fato de o lugar ter sido passagem de boiadas e tropas muito contribuiu para o desenvolvimento da localidade. Em 15 de abril de 1890, o arraial foi elevado à vila e, dois anos depois, a vila foi elevada à cidade.

Hoje, além de sua memória histórica, Prados conserva também sua tradição musical que tem origem nas cerimônias religiosas dos séculos XVIII e XIX. No mês de julho, é realizado ali um festival de música erudita que faz parte do calendário dos eventos mais importantes do Estado.

O destaque é para a Lira Ceciliana, fundada em 1858, um verdadeiro orgulho para os pradenses que, constantemente, recebem estudantes de música de todo o Brasil.

Outro forte atrativo é o artesanato de primeiríssima qualidade que a cidade produz a preços convidativos. Ao longo da avenida que dá acesso ao centro histórico, é possível observar muitos dos coloridos e criativos atelieres que produzem bonitas peças feitas em madeira e cerâmica. O couro também se transforma em artigos para montaria, botas, sandálias, cintos e bolsas.

O Distrito Vitoriano Veloso - mais conhecido como Bichinho - é um lugar muito especial. Móveis, telas, bordados, fuxicos, crochês, tapetes, esculturas e adornos em geral estão por toda parte. O histórico vilarejo fica a apenas 8 km de Tiradentes, com acesso por uma estrada de terra que proporciona um visual encantador dos contornos da Serra de São José. Essa mesma estrada de terra liga Prados a Tiradentes, passando por Bichinho.

O município mantém um trecho da Estrada Real que conserva características originais. Através da Rua Magalhães Gomes, tem-se acesso a esse trecho. Enfim, Prados é arte. Uma produção muito rica para os músicos, artistas plásticos, turistas, decoradores e lojistas que visitam o Circuito.

Prados é um município brasileiro do estado de Minas Gerais. Localiza-se a uma latitude 21º03'27" sul e a uma longitude 44º04'47" oeste, estando a uma altitude de 979 metros. Sua população estimada em 2010 era de 8.391 habitantes.

Possui uma área de 263,754 km².

A origem de Prados remonta à descoberta de ouro no vale do Rio das Mortes, mesma causa de ocupação de São João del-Rei e Tiradentes.

História[editar | editar código-fonte]

O descobrimento do ouro e o estabelecimento da Casa de Fundição, em Taubaté, foram os maiores estímulos que os paulistas tiveram para armarem tropas, e em grupos organizados de exploradores, cheios de audácia e de esperança, largarem São Paulo, rompendo os matos gerais, se infiltrando pelos sertões adentro, transpondo rios, até penetrarem no mais recôndito das Minas, à procura do tão precioso metal. Ao atingirem os primeiros contrafortes, os bandeirantes fazem pouso, plantam suas roças, armazenam forças para continuar sua jornada.

Uma parte dos paulistas bandeirantes conseguiram alcançar a bacia central do planalto mineiro, parando em plena zona aurífera. Porém alguns partiram em outras direções. Seguindo para oeste, um dos bandeirantes funda um povoado que viria a ser mais tarde o núcleo do Arraial Novo de Nossa Senhora do Pilar (atual São João Del Rei), outros, vão construir a história de Minas em Ribeirão do Carmo (Mariana), Vila Rica (Ouro Preto), Rio das Velhas (Sabará) e o Rio das Mortes (São José), hoje cidade de Tiradentes; estes serão os quatro grandes núcleos na formação das Minas Gerais.

Com a constante retirada do ouro, pouco a pouco ele ia se acabando e parte dos bandeirantes que ali o exploravam, acabavam por saírem em outras direções, à procura de mais jazidas do nobre metal.

O povoado que deu origem a Prados, surgiu nos primórdios do século XVIII, por volta de 1704, quando dois irmãos bandeirantes, Manoel e Félix Mendes do Prado, chegaram aqui com uma comitiva de Taubaté. A notícia do ouro fácil atraiu muitos paulistas para a região.

Entretanto, com o empobrecimento das minas e a escassez do ouro, a propriedade da terra começou a atrair, verificando-se uma alternância na atividade dos antigos bandeirantes, surgindo os primeiros sesmeiros da região. Data daí o desenvolvimento urbano de Prados, ao longo dos séculos XVIII e XIX.

O povoamento que até então se formou, teve rápido crescimento com a influência dos forasteiros que aqui chegavam a procura de ouro, e, sobretudo, por ser passagem de tropas e boiadas que do centro de Minas dirigiam-se para a Zona da Mata.

A localidade de Prados pertenceu à vila São José Del Rei, atual Tiradentes, até 1890, emancipada pelo decreto estadual número 41 de 15 de abril. O município foi instalado em 1891. Neste mesmo ano, foram lhe conferidas as regalias de comarca pela lei estadual número 23 de 24 de maio.

Ao sopé da Serra de São José, Prados apresenta em boa parte, um belo casario, onde se mesclam o antigo e o moderno.

A "Cidade da Música", como é mais conhecida, é também Berço de Inconfidentes. Temos consciência de que aqui nasceu boa parte da história das Minas Gerais.

Prados, "Presépio de Minas", evoca não só beleza, mas tradição e poesia, guardadas em suas tortuosas e estreitas ruas.

Formação Administrativa[editar | editar código-fonte]

Distrito criado com a denominação de Prados, por ordem regia de 1752, e lei estadual nº 2, de 14-09-1891.

Elevado á categoria de município com a denominação de Prados, pelo decreto nº 47, de 12- 04-1890, desmembrado de Tiradentes, desmembrados dos municípios de Tiradentes e Barbacena.

Sede na antiga freguesia de Prados. Constituído do distrito sede. Instalada em 01-01-1891.

Em divisão administrativa referente ao ano de 1911, o município é constituído de 3 distritos: Prados, Dores de Campos e São Francisco Xavier.

Assim permanecendo em divisões territoriais datadas de 31-XII-1936 e 31-XII-1937.

Pelo decreto-lei estadual nº 148, de 17-12-1938, desmembra do município de Prados o distrito de Dores de Campos. Elevado à categoria de município.

No quadro fixado para vigorar no período de 1939-1943, o município é constituído de 2 distritos: Prados e São Francisco Xavier. Pelo decreto-lei estadual nº 1058, de 31-12-1943, o distrito de São Francisco Xavier tomou a denominação de Coroas.

Em divisão territorial datada de 1-VII-1950, o município é constituído de 2 distritos: Prados e Coroas.

Assim permanecendo em divisão territorial datada de 1-VII-1960.

Pela lei estadual nº 2764, de 30-12-1962, desmembra do município de Prados o distrito de Coroas. Elevado à categoria de município com a denominação de Coronel Xavier Chaves.

Em divisão territorial datada de 31-XII-1963, o município é constituído do distrito sede.

Assim permanecendo em divisão territorial datada de 2007. [6]

Prados e a Inconfidência Mineira[editar | editar código-fonte]

Prados nasceu quase na mesma época em que Tiradentes (Minas Gerais) e São João Del Rei. Essas vilas cresciam, a população multiplicava-se e os detentores de sesmarias exploravam suas lavouras de subsistência sempre sob o brilho do ouro, que era o fator que despertava a cobiça de todos, fazendo que tudo girasse nessa função. Quando as minas começaram a decair, começou a cair também o sentimento de fidelidade ao Reino. Com a cobrança do “quinto”, os mineradores começaram a ficar inconformados com o insaciável apetite do fisco da Real Coroa. Era o nascimento da Inconfidência Mineira.

A região passa a ser o centro da vida política do Brasil, e Prados participou ativamente desse movimento. Importantes personagens da Inconfidência ali nasceram e residiram, como o Cel. Francisco Antônio de Oliveira Lopes; sua esposa, D. Hipólita Jacinta Teixeira de Melo; Padre José Lopes de Oliveira, cunhado de D. Hipólita; o alfaiate Vitoriano Gonçalves Veloso (único negro do movimento), Francisco José de Melo e José de Resende Costa, pai, o mais velho dos conjurados.

Conhecer Prados é conhecer não apenas a história de Minas, mas a própria história da liberdade do Brasil.

  • Hipólita Jacinta Teixeira de Melo

Hipólita Jacinta Teixeira de Melo foi a mais rica proprietária rural na região do Rio das Mortes. Destacou-se por seu envolvimento na Inconfidência Mineira, em 1789.

Filha de portugueses, foi batizada na Matriz de Nossa Senhora da Conceição, em Prados, a 15 de setembro de 1748, com o nome de Theodozia e retificado, posteriormente, para Hipólita. Residia na Fazenda da Ponta do Morro, sendo descrita como mulher de fino trato, possuidora de vasta cultura. A sua residência era decorada com muito luxo, com peças de porcelana chinesa, prataria e finos tapetes também importados, e servida por vasta criadagem. Foi desposada pelo coronel Francisco Antônio de Oliveira Lopes, com quem não teve descendentes. Adotou e educou, entretanto, duas crianças: uma, abandonada na porteira de sua fazenda, recebeu o nome de Antônio Francisco Teixeira Coelho (era filho de Maria da Silveira Bueno, irmã de Bárbara Heliodora); outra, de nome Francisco da Anunciação Teixeira Coelho, mais tarde veio a ser padre em Formiga (Minas Gerais) e deputado à Assembleia Provincial nos anos de 1866-1867. Além disso, foi madrinha de diversas crianças humildes da região e, como também pode ser constatado por seu testamento, deixou grande quantidade de ouro para os pobres da então "Freguezia de Prados".

A inconfidente

É de sua autoria uma carta que denunciou Joaquim Silvério dos Reis como o traidor de seus "companheiros" de revolução. Foi autora ainda de diversos avisos sigilosos, dando conta de que o Tiradentes fora detido no Rio de Janeiro. Escreveu e enviou ao padre Carlos Corrêa de Toledo e Mello, Vigário da Comarca do Rio das Mortes, através de seu compadre Vitoriano Gonçalves Veloso, o seguinte bilhete:

"Dou-vos parte, com certeza, de que se acham presos, no Rio de Janeiro, Joaquim Silvério dos Reis e o alferes Tiradentes, para que vos sirva ou se ponham em cautela; e quem não é capaz para as coisas, não se meta nelas; e mais vale morrer com honra que viver com desonra."

Quando percebeu que o movimento fracassava, tentou alertar o coronel Francisco de Paula Freire de Andrade, aconselhando-o para "montar uma reação, a partir lá do Serro."

Na sua fazenda da Ponta do Morro também ocorriam reuniões dos inconfidentes, e, senhora de muita riqueza, financiou algumas das ações dos mesmos.

A Devassa

O seu envolvimento com o movimento fracassado custou-lhe particularmente caro. Durante a Devassa teve sequestrados pela Coroa Portuguesa todos os seus bens. O seu marido foi detido e sentenciado ao degredo perpétuo, na colônia portuguesa de Moçambique. Com o intuito de obter o perdão da Coroa, ela mandou confeccionar um cacho de bananas, em ouro maciço, solicitando ao seu irmão que o oferecesse a Maria I de Portugal. A valiosa peça, entretanto, não chegou ao seu destino, uma vez que terá sido interceptada pelo então governador da Capitania de Minas Gerais, Luís António Furtado de Castro do Rio de Mendonça e Faro, visconde de Barbacena.

Após um difícil e longo processo judicial, com a ajuda de alguns amigos, em 1808, Hipólita conseguiu reaver boa parte de seu patrimônio.

Faleceu vinte anos mais tarde, vítima de icterícia, tendo sido sepultada na capela-mor da Igreja Matriz de Prados.

Homenagens

Em 21 de abril de 1999 foi condecorada postumamente pelo Governo de Minas Gerais com a Medalha da Inconfidência. [7]

Distâncias Geográficas[editar | editar código-fonte]

Via Rodoviária

  • Belo Horizonte/MG - 181 km
  • Rio de Janeiro/RJ - 324 km
  • São Paulo/SP - 500 km
  • Brasília/DF - 904 km
  • Juiz de Fora/MG - 148 km
  • Barbacena/MG - 53 km
  • São João Del Rei/MG - 28 km

Cultura e Turismo[editar | editar código-fonte]

A cidade tem um casario colonial quase todo preservado. Destacam-se as edificações sacras.

No carnaval, nativos e visitantes se dividem entre as duas agremiações rivais: o Bloco da UCA e a GRES Gato Preto.

O encerramento do carnaval de Prados acontece na quarta-feira, com o tradicional Bloco da Latinha, que faz sua passagem de 6h às 8h da manhã.

A Semana Santa é uma solenidade suntuosa, que conserva as tradições coloniais da religiosidade mineira originada no século XVIII, sendo uma das poucas cidades mineiras a executar obras musicais de grandes compositadores sacros do barroco mineiro como J.J. Emerico Lobo de Mesquita e Manoel Dias de Oliveira.

Uma boa época para se conhecer Prados é o mês de julho. Além de todo o charme e acolhimento de uma pequena cidade encravada na serra, Prados realiza há mais de trinta anos um festival de música reconhecido nacionalmente. O festival realizado pela Lira Ceciliana com o apoio da Universidade de São Paulo - USP, reúne músicos da região e alguns dos mais conceituados instrumentistas do país.

Outra atração é o centenário Passeio da Serra de São José no qual muitas famílias pradenses fazem um piquenique ecológico no alto da Serra de São José. Este evento é considerado o mais antigo passeio ecológico do Brasil, pois acredita-se que existe desde 1868.

Outras atrações são:

  • Distrito de Vitoriano Veloso, popularmente conhecido como Bichinho, pelo artesanato e proximidade com Tiradentes;
  • A Estação de Prados, da antiga Estrada de Ferro Oeste de Minas - EFOM, inaugurada em 1881 e fechada em dezembro de 1984. A linha ligava São João Del Rei a Antônio Carlos, mas lamentavelmente está abandonada e a propriedade pertence a União/DNIT sob responsabilidade do IPHAN [8] ;
  • A capela de Nossa Senhora do Livramento, que é uma das mais antigas da região;
  • Museu Francisco Virgolino, que conta através de fotos, objetos, instrumentos e ferramentas um pouco desses mais de 300 anos de história de Prados. O museu mostra o ciclo do ouro, do couro, da música e o folclore da cidade;
  • Mirante do Cruzeiro, que está localizado a 2,8km do centro da cidade. Possui uma vista panorâmica da cidade e da natureza típica da região. Uma cruz de 12m de altura em sua praça contém a história, dizeres e poemas sobre a cultura e o município;
  • Igreja Matriz de Nossa Senhora da Conceição, com sua construção iniciada ainda nas duas primeiras décadas do século XVIII. Seu interior é em estilo rococó, nele observa-se rica ornamentação, em pintura e talha, acontecido em Minas, predominantemente, de 1760 até o final do século. A matriz foi tombada pelo IPHAN em 1995;
  • Exposição Agropecuária, Concurso Leiteiro, Feira Artesanal e Industrial, que acontece na primeira semana de setembro, sendo uma das mais antigas festividades da Mesorregião dos Campos das Vertentes.
  • Bloco da Latinha e Enterro do Carnaval

Tradições carnavalescas da cidade de Prados. Na manhã de quarta-feira de cinzas (sempre às 6h da manhã), nativos e turistas saem pelas ruas da cidade batendo em latinhas de cerveja, acompanhando uma bandinha de músicos da cidade fechando o carnaval e à noite carnavalescos dos Blocos UCA e Gato Preto se reúnem para uma madrugada em procissão fantasmagórica levando caixão com boneco representando o bloco adversário para "enterrá-lo" até o próximo carnaval.

  • Festival de Música

A história dos Festivais de Música de Prados se relacionam, desde o princípio, com o interesse em torno dos acervos de manuscritos musicais existentes nas antigas corporações mineiras, como a Lira Ceciliana. O primeiro encontro entre os fundadores do evento se deu justamente quando o maestro Olivier Toni, viajando por Minas Gerais com um grupo de estudantes de música da Universidade de São Paulo - USP, guiados por aquele mesmo interesse, deparou-se em Prados, com a figura excepcional que foi o maestro Adhemar Campos Filho. Desde então, os Festivais sempre vêm reservando nos programas de suas apresentações, um espaço destinado a fazer reviver sonoramente o repertório mineiro, guardado nos arquivos musicais nos últimos três séculos. O acervo musical de Prados, embora relativamente modesto se comparado às grandes coleções de algumas outras localidades, não é, contudo, menos representativo.

Educação[editar | editar código-fonte]

O município conta com escolas primárias, escolas de ensino fundamental e médio na zona urbana e rural. Não possui Escola particular.

Escolas públicas:

  • Escola Estadual Doutor Viviano Caldas;
  • Escola Municipal Professor Antônio Américo;
  • Escola Municipal Maestro Adhemar Campos Filho;
  • Escola Municipal Getúlio Silva (Distrito Vitoriano Veloso);
  • Pré-escolar Municipal Rei Leão;
  • Pré-escolar Municipal Pica-Pau;
  • Escola Municipal Aquino Carlos (Povoado Pitangueiras);
  • Escola Municipal Monsenhor Assis (Povoado Andrequicé).

Saúde[editar | editar código-fonte]

Prados possui um hospital. Possui postos de saúde, clínicas e médicos particulares, postos odontológicos, ambulâncias, farmácias e etc. O Programa Saúde da Família atende quase 100% da população pradense.

  • Hospital: Santa Casa da Misericórdia da Paróquia de Prados

Rua Cel. João Luiz, n.° 61 - Centro

Total de 30 leitos hospitalares, que se dividem em:

  • Total: 30 leitos
  • SUS: 27 leitos [9]

Religião[editar | editar código-fonte]

Predomina a religião católica. A padroeira do Município é Nossa Senhora da Conceição.

  • Matriz de Nossa Senhora da Conceição

Sabe-se que a freguesia (nome que se dava às povoações, do ponto de vista eclesiástico) de Nossa Senhora da Conceição de Prados, no arraial do mesmo nome, pertencente à Vila de São José do Rio das Mortes, atual Tiradentes, foi uma das primeiras que surgiram em Minas Gerais, havendo registro de sua existência, constante de documento do Arquivo Histórico Colonial de Lisboa, já em 1715.

No ano de 1718, a Paróquia de Nossa Senhora da Conceição de Prados foi provida canonicamente pelo bispo do Rio de Janeiro e, em 16 de janeiro de 1752, um Alvará Régio criou a Vigairaria Colada à Igreja Matriz de Prados, já então subordinada ao Bispado de Mariana.

Os vigários colados, ao serem provisionados pelo bispo, recebiam a paróquia em propriedade e adquiriam o direito a uma renda anual, a côngrua, paga diretamente pela Coroa Portuguesa para evitar a mendicidade dos padres e afastá-los dos ofícios tidos por indecorosos.

A Paróquia Nossa Senhora da Conceição de Prados faz parte da Diocese de São João del Rei desde a criação desta, em 1960, e foi feita sede de forania em 1989. Pertence a essa forania, paróquias dos Municípios de Barroso, Dores de Campos, Lagoa Dourada, Resende Costa e Tiradentes.



Possui 7 capelas, sendo elas:

  • N. Senhora do Rosário dos Pretos;
  • N. Senhora do Carmo;
  • N. Senhora do Livramento;
  • N. Senhora de Fátima;
  • N. Senhora das Graças;
  • Santa Terezinha;
  • Sagrado Coração de Jesus.


Possui 2 igrejas, sendo:

  • N. Senhora da Conceição - Matriz;
  • Santo Antônio.

[10]

Economia[editar | editar código-fonte]

A cidade é destaque regional no abate de galináceos. Conta com uma grande empresa: Frangos Atalaia. Além dela, se encontra em instalação uma unidade da maior empresa de calçados de segurança da America Latina: Marluvas Calçados de Segurança Ltda. Prados é uma cidade hospitaleira, onde se encontra Supermercados, Mercearias, Armarinhos, Casa Lotérica, Feiras, Drogarias, Padarias, Lanchonetes, Lojas de moveis e eletrodomésticos, Bazares, Lojas de confecções, Hotéis, Pousadas, Postos de Combustível, Agências Bancárias, Casa de Material para Construção, Restaurantes, Salões de Beleza, Correios, Açougues, Danceteria, etc; para melhor atender os visitantes e os próprios residentes.

Agropecuária[editar | editar código-fonte]

  • Agricultura:

Principais produtos agrícolas: Cana-de-açúcar, Feijão, Mandioca, Milho e Café.

  • Pecuária:

Principais Efetivos: Bovinos, Suínos, Muares, Galináceos, Equinos.

Rios[editar | editar código-fonte]

  • Rio das Mortes

Nasce na Serra da Mantiqueira percorre um comprimento de 278km até desaguar no Rio Grande.

  • Rio Carandaí

Apresenta 80 km de extensão e drena uma área de 645 km². Sua nascente localiza-se no município de Ressaquinha, a uma altitude de aproximadamente 1200 metros na Serra da Mantiqueira.

  • Rio Elvas

Apresenta 79 km de extensão e drena uma área de 876 km². Sua nascente localiza-se no município de Santa Rita de Ibitipoca, a uma altitude de aproximadamente 1200 metros na Serra da Mantiqueira.

Bacia Hidrográfica[editar | editar código-fonte]

  • Bacia do Rio Grande

A Bacia do Rio Grande pertence à bacia do rio Paraná. Possui uma área total de 143 mil km², dos quais 86.500 km² localizam-se em Minas Gerais, o que equivale a 17,8% do território mineiro. A bacia do rio Grande é responsável por cerca de 67% de toda a energia gerada no Estado mineiro. No curso do alto Rio Grande destacam-se as usinas hidrelétricas de Camargos (Sul de Minas), próxima a São João del Rei e Itutinga ( entre as cidades de Lavras e São João del Rei).


Referências

  1. a b Divisão Territorial do Brasil. Divisão Territorial do Brasil e Limites Territoriais. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (1 de julho de 2008). Página visitada em 11 de outubro de 2008.
  2. IBGE (10 out. 2002). Área territorial oficial. Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Página visitada em 5 dez. 2010.
  3. Censo Populacional 2010. Censo Populacional 2010. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (29 de novembro de 2010). Página visitada em 11 de dezembro de 2010.
  4. Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil. Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) (2000). Página visitada em 11 de outubro de 2008.
  5. a b Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Página visitada em 11 dez. 2010.
  6. http://biblioteca.ibge.gov.br/d_detalhes.php?id=35558
  7. http://pt.wikipedia.orgHip%C3%B3lita_Jacinta_Teixeira_de_Melo
  8. http://www.portaldopatrimoniocultural.com.br/site/bensinventariados/detalhe_eau.php?id=1816
  9. http://cnes.datasus.gov.br/Mod_Hospitalar.asp?VCo_Unidade=3152702123436
  10. http://www.paroquiadeprados.com.br/site/

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre municípios do estado de Minas Gerais é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.
Conteúdo da Wikipedia está licenciado sob a: GFDL License
Powered by YouTube