Play Video
1
Motociclista morre após colidir com trem em Extremoz/RN
Motociclista morre após colidir com trem em Extremoz/RN
::2014/02/05::
Play Video
2
Farra de rico em extremoz 2014
Farra de rico em extremoz 2014
::2014/06/10::
Play Video
3
Natal Zuera - Gravação do DVD Farra de Rico em Extremoz
Natal Zuera - Gravação do DVD Farra de Rico em Extremoz
::2014/06/18::
Play Video
4
Oz Lateiros Do Swing de Extremoz Rn
Oz Lateiros Do Swing de Extremoz Rn
::2013/04/21::
Play Video
5
PMRN - OCORRÊNCIA: Tráfico de Drogas em Extremoz
PMRN - OCORRÊNCIA: Tráfico de Drogas em Extremoz
::2012/05/18::
Play Video
6
Farra de rico extremoz RN!!!
Farra de rico extremoz RN!!!
::2013/06/12::
Play Video
7
Extremoz
Extremoz
::2014/04/12::
Play Video
8
Forro de Griff - Extremoz
Forro de Griff - Extremoz
::2014/06/11::
Play Video
9
1ª Locomotiva Fabricada no Brasil Novissima PR7 1401 Teste Extremoz RN
1ª Locomotiva Fabricada no Brasil Novissima PR7 1401 Teste Extremoz RN
::2014/07/03::
Play Video
10
E.S. Posthumus - Estremoz
E.S. Posthumus - Estremoz
::2008/08/15::
Play Video
11
Venha Conhecer EXTREMOZ-RN
Venha Conhecer EXTREMOZ-RN
::2011/05/12::
Play Video
12
PASSAGEM DA VILA E ESTRELA DO MAR (Extremoz RN)
PASSAGEM DA VILA E ESTRELA DO MAR (Extremoz RN)
::2014/03/07::
Play Video
13
banda montagem dvd em extremoz 2011.
banda montagem dvd em extremoz 2011.
::2011/10/29::
Play Video
14
TMV- CMD EXTREMOZ.wmv
TMV- CMD EXTREMOZ.wmv
::2012/02/15::
Play Video
15
CENAS DA LAGOA DE EXTREMOZ - RN
CENAS DA LAGOA DE EXTREMOZ - RN
::2014/02/06::
Play Video
16
EM EXTREMOZ - RN (PASSEIO DE CARRO)
EM EXTREMOZ - RN (PASSEIO DE CARRO)
::2010/04/18::
Play Video
17
GARRA ALVINEGRA CMD EXTREMOZ 92°
GARRA ALVINEGRA CMD EXTREMOZ 92°
::2012/11/16::
Play Video
18
C M D EXTREMOZ
C M D EXTREMOZ
::2013/06/26::
Play Video
19
Extremoz revive lendas no Auto de São Miguel Arcanjo | TVU-RN
Extremoz revive lendas no Auto de São Miguel Arcanjo | TVU-RN
::2011/10/09::
Play Video
20
Saia Rodada - Ao Vivo em Extremoz - 2014
Saia Rodada - Ao Vivo em Extremoz - 2014
::2014/06/13::
Play Video
21
Extremoz 30_05_14
Extremoz 30_05_14
::2014/05/30::
Play Video
22
Educação de Extremoz em greve!
Educação de Extremoz em greve!
::2014/02/03::
Play Video
23
BANDA CALYPSO EM EXTREMOZ - RN - ISSO E CALYPSO - MERENGUE SENSUAL
BANDA CALYPSO EM EXTREMOZ - RN - ISSO E CALYPSO - MERENGUE SENSUAL
::2012/06/15::
Play Video
24
LINDAS CASAS EM EXTREMOZ (64 M²) - www.milsonimoveis.com.br
LINDAS CASAS EM EXTREMOZ (64 M²) - www.milsonimoveis.com.br
::2014/02/15::
Play Video
25
umadex extremoz
umadex extremoz
::2014/01/24::
Play Video
26
CONDOMÍNIO CENTRAL PARQUE (EXTREMOZ) - www.milsonimoveis.com.br
CONDOMÍNIO CENTRAL PARQUE (EXTREMOZ) - www.milsonimoveis.com.br
::2014/05/01::
Play Video
27
Banda Calypso- Ao vivo em Extremoz-RN 2012 Parte 1
Banda Calypso- Ao vivo em Extremoz-RN 2012 Parte 1
::2014/01/27::
Play Video
28
Casas em Extremoz... Sucesso de vendas
Casas em Extremoz... Sucesso de vendas
::2012/03/17::
Play Video
29
umadex extremoz
umadex extremoz
::2013/10/23::
Play Video
30
BR 101 - NORTE (Sentido Extremoz / Natal) RN
BR 101 - NORTE (Sentido Extremoz / Natal) RN
::2014/03/07::
Play Video
31
Acidente com o trem de Extremoz/RN
Acidente com o trem de Extremoz/RN
::2012/10/07::
Play Video
32
Avioes do Forro em Extremoz 09/06/2011
Avioes do Forro em Extremoz 09/06/2011
::2011/06/10::
Play Video
33
PASSEIO DE CANOA NA LAGOA DE EXTREMOZ - RN
PASSEIO DE CANOA NA LAGOA DE EXTREMOZ - RN
::2013/07/20::
Play Video
34
EXTREMOZ ALDEIA ALTIVA - ÁUREA DE GÓIS
EXTREMOZ ALDEIA ALTIVA - ÁUREA DE GÓIS
::2013/03/12::
Play Video
35
GARRA ALVINEGRA CMD 92.EXTREMOZ
GARRA ALVINEGRA CMD 92.EXTREMOZ
::2013/05/21::
Play Video
36
PASSEIO DE TREM (Estrela do Mar à Extremoz) (Lado "L") EM NATAL RN (34)
PASSEIO DE TREM (Estrela do Mar à Extremoz) (Lado "L") EM NATAL RN (34)
::2010/08/19::
Play Video
37
Abertura de Forro Pegado em Extremoz
Abertura de Forro Pegado em Extremoz
::2013/06/15::
Play Video
38
@arrudeio - Banda Calypso em Extremoz/RN - 16/Jun/12 (PARTE 2/3)
@arrudeio - Banda Calypso em Extremoz/RN - 16/Jun/12 (PARTE 2/3)
::2012/09/05::
Play Video
39
BANDA CALYPSO - EXTREMOZ - RN - COMO UMA VIRGEM
BANDA CALYPSO - EXTREMOZ - RN - COMO UMA VIRGEM
::2012/06/13::
Play Video
40
BANDA CALYPSO EM EXTREMOZ - RN - TUDO DE NOVO
BANDA CALYPSO EM EXTREMOZ - RN - TUDO DE NOVO
::2012/06/15::
Play Video
41
Travessia Rio Ceara-Mirim Extremoz-RN Parte 1
Travessia Rio Ceara-Mirim Extremoz-RN Parte 1
::2013/12/13::
Play Video
42
Reginaldo Rossi e Karla Patricia,,em extremoz. 01 parte
Reginaldo Rossi e Karla Patricia,,em extremoz. 01 parte
::2013/06/16::
Play Video
43
GRUPO MÃOS UNGIDAS - ASSEMBLÉIA DE DEUS EXTREMOZ
GRUPO MÃOS UNGIDAS - ASSEMBLÉIA DE DEUS EXTREMOZ
::2010/09/05::
Play Video
44
Dança do pegador em extremoz
Dança do pegador em extremoz
::2013/06/15::
Play Video
45
Nova Locomotiva PR7 Trem do Grude Chegando Em Extremoz RN
Nova Locomotiva PR7 Trem do Grude Chegando Em Extremoz RN
::2014/07/01::
Play Video
46
Forro Pegado - Extremoz 13.06.2013
Forro Pegado - Extremoz 13.06.2013
::2013/06/14::
Play Video
47
Lagoa.de.Extremoz-001.mp4
Lagoa.de.Extremoz-001.mp4
::2009/11/30::
Play Video
48
Turma da pesca em extremoz RN.
Turma da pesca em extremoz RN.
::2013/06/21::
Play Video
49
Hino dos 60 anos da igreja assembleia de Deus em Extremoz - RN
Hino dos 60 anos da igreja assembleia de Deus em Extremoz - RN
::2009/09/07::
Play Video
50
Alco rs8 6017 (Momentos 2) Extremoz   RN Linha norte
Alco rs8 6017 (Momentos 2) Extremoz RN Linha norte
::2014/07/24::
MAIS >>
RESULTADOS [51 .. 101]
Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Município de Extremoz
"Vila Nova de Extremoz"
Bandeira de Extremoz
Brasão de Extremoz
Bandeira Brasão
Hino
Fundação 4 de abril de 1963 (51 anos)
Gentílico extremozense
Prefeito(a) Klauss Francisco Torquato Rêgo (PMDB)
(2009–2012)
Localização
Localização de Extremoz
Localização de Extremoz no Rio Grande do Norte
Extremoz está localizado em: Brasil
Extremoz
Localização de Extremoz no Brasil
05° 42' 21" S 35° 18' 25" O05° 42' 21" S 35° 18' 25" O
Unidade federativa  Rio Grande do Norte
Mesorregião Leste Potiguar IBGE/2008 [1]
Microrregião Natal IBGE/2008 [1]
Região metropolitana Natal
Municípios limítrofes Ceará-Mirim, Natal e São Gonçalo do Amarante
Distância até a capital 23,5 km[2]
Características geográficas
Área 139,575 km² [3]
População 25 324 hab. (RN: 20º) –  IBGE/2012[4]
Densidade 181,44 hab./km²
Altitude 41 m
Clima Tropical chuvoso As
Fuso horário UTC−3
Indicadores
IDH-M 0,66 (RN: 19°) – médio PNUD/2010 [5]
PIB R$ 369 463,932 mil IBGE/2008[6]
PIB per capita R$ 16 440,35 IBGE/2008[6]
Página oficial
Prefeitura www.extremoz.rn.gov.br

Extremoz é um município brasileiro situado no litoral do estado do Rio Grande do Norte. Pertencente à Microrregião de Natal e à Mesorregião do Leste Potiguar, bem como à Região Metropolitana de Natal e ao Polo Costa das Dunas, localiza-se a norte da capital do estado, distante desta 23,5 quilômetros. Ocupa uma área total de 139,575 quilômetros quadrados, dos quais 1,5001 km² são de área urbana, e sua população estimada em 2011, de acordo com o IBGE, é de 24 550 habitantes, o que classifica como o vigésimo município mais populoso do Rio Grande do Norte e o último de sua microrregião.

A sede tem uma temperatura média anual de 25,7 °C e na vegetação do município pode-se encontrar manguezais e tabuleiros litorâneos. Com uma taxa de urbanização de 64,18% (2010),[7] o município contava, em 2009, com dez estabelecimentos de saúde. O seu Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) é de 0,694, considerando como médio pelo PNUD, estando na décima oitava colocação a nível estadual.[8]

O município de Extremoz se emancipou de Ceará-Mirim na década de 1960. Seu nome se deve à sua localização estratégica a norte da capital potiguar. Extremoz abriga ainda diversos pontos turísticos, como o Genipabu, considerado como o cartão-postal mais famoso do estado do Rio Grande do Norte.

História[editar | editar código-fonte]

As terras que hoje pertencem ao município de Extremoz, litoral do Rio Grande do Norte, foram inicialmente habitadas pelos índios tupis e paiacus, que viviam às margens da Lagoa de Guajiru.[9]

No ano de 1607, uma parte de terra foi concedida a jesuítas pelo capitão-mor do Rio Grande do Norte, Jerônimo de Albuquerque, tendo como principal objetivo catequizar os indígenas. Os jesuítas também foram os principais responsável pela construção da igreja de São Miguel e pelo estabelecimento da missão do Guajiru. Isso também fez com que a sociedade tribal fosse sendo influenciada pela doutrina cristã.[9]

Em 1757, durante as invasões holandesas no Brasil, os jesuítas foram expulsos e a povoação tornou-se a primeira da Capitania do Rio Grande do Norte com a categoria de vila (segundo o historiador Luís da Câmara Cascudo). A 3 de maio de 1760 passa a se chamar "Vila Nova de Extremoz do Norte".[nt 1] Nesse tempo a vila tinha 1 429 habitantes e era um importante centro econômico e pecuarista. Até aos dias de hoje, moradores nativos preservam várias lendas a respeito da história de Extremoz, como a do tesouro, cujo desfecho foi a destruição da capela de São Miguel, que teria sido demolida na tentativa de os moradores encontrarem o tal tesouro. Nos dias atuais a capela se encontra em ruínas e foi tombada em 1990.[9] [10]

Em 18 de agosto de 1855 a Vila de Nova Extremoz foi incorporada ao povoado de Boca da Mata, com a denominação de "Vila de Ceará Mirim". Já em 1892, foi criado o distrito de "Extremoz" e anexado ao município de Ceará-Mirim. Em 4 de abril de 1963, Extremoz foi desmembrado de Ceará-Mirim e tornou-se novo município do estado do Rio Grande do Norte. A instalação oficial do município ocorreu em 2 de fevereiro de 1964. Seu nome se deve principalmente ao fato de estar localizada a norte de Natal (capital do estado), município limítrofe com Extremoz.[9] [10]

Geografia[editar | editar código-fonte]

Extremoz e municípios limítrofes

Extremoz está localizado no litoral do estado do Rio Grande do Norte, a uma altitude média de 41 metros acima do nível do mar, distante 23,5 quilômetros de Natal, capital estadual,[2] e 2 216 quilômetros de Brasília, capital federal.[11] Integra a Mesorregião do Leste Potiguar, a Microrregião de Natal, o Polo Costa das Dunas e a Região Metropolitana de Natal. Ocupa uma área de 139,575 quilômetros quadrados,[3] e se limita com os municípios de Ceará-Mirim a norte e a oeste; São Gonçalo do Amarante a sul e a leste; Natal a sul. A costa do Oceano Atlântico constitui o limite leste.[10]

No município predominam os terrenos planos, com altitudes abaixo de cem metros acima do nível do mar. Extremoz situa-se em uma área de abrangência de rochas pertencentes ao Grupo Barreiras, originárias da Idade Terciária Superior, com a predominância de arenitos recobertos por quartzo, sílex e fragmentos líticos. Na região litorânea ou próximo dela estão as paleodunas, também chamadas "dunas fixas", formadas por areias amareladas transportadas pela erosão eólica e cobertos por vegetação, além dos depósitos de praias marinhos, também originados pela ação dos ventos e formados por areia com cascalho, e a planície fluviomarinha, modelada tanto por processos fluviais quanto marinhos. Próximo ao rio Ceará Mirim estão os depósitos aluvionares, que formam a planície fluvial, sujeita a inundações durante o período chuvoso.[12]

Vista da Área de Proteção Ambiental das Dunas de Genipabu, entre Natal e Extremoz, criada em 1995.

O tipo de solo predominante é a areia quartzosa distrófica, que possui baixos níveis de fertilidade, elevados índices de drenagem e textura formada por argila ou areia. Há também os solos indiscriminados de mangue, as areias quartzosas marinhas (litoral) e o latossolo vermelho amarelo.[12] [13]

O município está localizado em um conjunto de três bacias hidrográficas, sendo a do Rio Ceará-Mirim a maior delas, cobrindo 49,45% do território municipal, seguida pela faixa litorânea leste de escoamento difuso (28,53%) e pela bacia do Rio Doce (22,02%). Os principais rios que cortam Extremoz são o Doce e o Guajiru. Já o principal reservatório do município é a Lagoa de Extremoz, construído em uma área de 358,93 hectares (ha) e com capacidade para 11 019 525,00 m³. Há também a Lagoa de Guamoré.[12] [14] Por sua vez, a cobertura vegetal é formada pelos tabuleiros litorâneos, predominante em áreas modificadas pela ação humana, e os manguezais, típicos de solos inundados pelas marés, com alto grau de salinidade.[12] O município abriga, juntamente com Natal, a Área de Proteção Ambiental das Dunas de Genipabu, instituída pelo decreto estadual 12 620, de 17 de maio de 1995, com o objetivo de preservar a fauna e a flora locais.[15]

Clima[editar | editar código-fonte]

O clima de Extremoz é tropical chuvoso (do tipo As na classificação climática de Köppen-Geiger), com temperatura média em torno dos 26 ºC, variando desde 24 ºC em julho, mês mais frio, até 27 ºC em janeiro, mês mais quente. A precipitação média é de 1 321 milímetros (mm) anuais, sendo novembro o mês mais seco (16 mm) e junho o mais chuvoso (211 mm).[16] A umidade relativa do ar é de 77% e o tempo de insolação chega a 2 700 horas anuais.[10]

Segundo dados da Empresa de Pesquisa Agropecuária do Rio Grande do Norte (EMPARN), de 2005 a 2008 e a partir de 2010, o maior acumulado de chuva em 24 horas registrado em Extremoz (EMATER), foi de 213 mm em 1º de julho de 2008.[17] Outros grandes acumulados foram 211 mm em 16 de junho de 2014,[18] 124,9 mm em 30 de abril de 2006[19] e 124 mm em 20 de maio de 2013.[20] Em junho de 2005 foi observado o maior volume de chuva em um mês, de 461,1 mm.[21]

Nuvola apps kweather.svg Dados climatológicos para Extremoz Weather-rain-thunderstorm.svg
Mês Jan Fev Mar Abr Mai Jun Jul Ago Set Out Nov Dez Ano
Temperatura máxima média (°C) 31,5 31,3 31 30,3 29,4 28,4 28,2 28,6 29,6 30,5 31 31,1 30,1
Temperatura média (°C) 27,1 26,9 26,7 26,1 25,4 24,4 24 24,1 24,9 25,7 26,2 26,5 25,7
Temperatura mínima média (°C) 22,7 22,5 22,4 22 21,4 20,5 19,9 19,7 20,3 21 21,5 21,9 21,3
Chuva (mm) 57 99 185 206 193 211 180 88 45 17 16 24 1 321
Fonte: Climate Data.[16]

Demografia[editar | editar código-fonte]

Crescimento populacional
Censo Pop.
1970 8 991
1980 8 796 -2,2%
1991 14 941 69,9%
2000 19 572 31,0%
2010 24 569 25,5%
Censos demográficos
do IBGE (1970-2010)[22] [23]

Em 2012, a população do município era, de acordo com o IBGE, estimada em 25 324 habitantes, o que classifica o município como o 20º maior em população do Rio Grande do Norte.[4] Em 2010, segundo o censo demográfico também realizado pelo IBGE, a população total era de 24 569 habitantes, o que ainda classificava o município na vigésima posição entre os municípios mais populosos do estado, com uma densidade demográfica de 195,36 hab/km². Segundo o censo desse mesmo ano, 12 192 habitantes eram homens e 12 358 habitantes eram mulheres e 15 769 pessoas viviam na zona urbana (64,18%) e 8 800 na zona rural (35,82%).[23] [7] Ainda segundo o mesmo censo, a religião no município estava distribuída da seguinte forma: católicos apostólicos romanos (72,99%), evangélicos (18,01%), sem religião (6,49%), espíritas (1,24%), testemunhas de Jeová (0,30%), umbanda e candomblé (0,26%), ateus (0,26%), católicos apostólicos brasileiros (0,05%) e mórmons (0,04%).[24] Enquanto isso, a composição étnica do município era de pardos (60,91%), brancos (29,22%), pretos (8,54%), amarelos (1,09%) e indígenas (0,24%).[25]

O Índice de Desenvolvimento Humano Municipal (IDH-M) de Extremoz é considerado médio pelo Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). Em 2000, seu valor era de 0,694, sendo o 17° maior do estado (em 166 municípios), o terceiro e último da microrregião onde o município está localizado e o 3 080° do Brasil. Considerando apenas a educação o índice é de 0,779, o índice da longevidade é de 0,711 e o de renda é de 0,593.[8] Em 1991, o IDH calculado foi de 0,575, sendo 0,626 o índice de educação, 0,591 o índice de longevidade e 0,501 o índice de renda.[8]

O coeficiente de Gini, que mede a desigualdade social, é de 0,40, sendo que 1,00 é o pior número e 0,00 é o melhor.[26] A incidência da pobreza, medida pelo IBGE, é de 49,73%, o limite superior da incidência de pobreza é de 43,07%, o inferior é de 56,40% e a incidência da pobreza subjetiva é de 54,3%.[26]

Política[editar | editar código-fonte]

O poder executivo em Extremoz é representado pelo prefeito e seu gabinete de secretários municipais, seguindo o modelo proposto pela Constituição Federal.[27] Em vários mandatos, diversas pessoas já passaram pela prefeitura, sendo o mais recentes deles Klauss Francisco Torquato Rêgo. Ele foi vice-prefeito de Enilton Batista de Andrade entre 2004 e 2008 e eleito para o cargo de prefeito nas eleições municipais realizadas em todo país no ano de 2008, obtendo 53,46% dos votos válidos (8 192 votos), derrotando os candidatos Netinho, Walter Soares e Haydee Monteiro.[28] O Poder Legislativo é constituído pela câmara, composta por nove vereadores eleitos para mandatos de quatro anos, que atualmente está distribuída da seguinte maneira: três cadeiras do Partido Socialista Brasileiro (PSB), duas do Partido da República (PR), duas do Partido da Social Democracia Brasileira (PSDB) e duas do Partido da Social Democracia Brasileira (PMN).[29] Quanto ao poder judiciário, o município é sede da Comarca de Extremoz, classificada como de primeira entrância e que reúne, além do próprio município, Maxaranguape, apesar de este não ser limítrofe com Extremoz.[30]

Segundo o Tribunal Superior Eleitoral, o município de Extremoz possuía, em julho de 2012, 19 614 eleitores, o que representa 0,814% dos eleitores do estado do Rio Grande do Norte.[31] Esse número, por ser inferior a duzentos mil, faz com que não haja segundo turno no município.[32]

Economia[editar | editar código-fonte]

Segundo dados do IBGE, o PIB total de Extremoz era, em 2008, de R$ 369 463,932. A economia do município pode ser dividida em três setores diferentes: o primário, o secundário e o terciário. Destes, o setor que rende mais no produto interno bruto municipal é o setor secundário, seguido pelo terciário. Enquanto isso, o setor primário é o que rende menos. A renda per capita é de R$ 16 440,35. Além disso, 6 836 reais são de impostos líquidos a preços correntes.[33]

Conforme já dito anteriormente, o setor primário é o menos relevante para a economia de Extremoz. De todo o PIB em geral, 12 304 reais estão destinados a este setor. Segundo o IBGE, em 2009 o município possuía um rebanho de 6 825 bovinos, 120 equinos, 2 105 suínos, 370 caprinos, 45 asininos, 27 muares, 1 100 ovinos, e 80 540 aves, dentre estas 36 870 galinhas e 43 670 galos, frangos e pintinhos. No mesmo ano, o município produziu 1 560 mil litros de leite e 817 mil dúzias de ovos de galinha. Na lavoura permanente, Extremoz produz banana, castanha de caju, coco-da-baía, manga e maracujá. Já na lavoura temporária, são produzidos abacaxi, cana-de-açúcar, feijão, mandioca, milho e sorgo. A produção agrícola municipal produz somente milho, feijão e sorgo.[33]

O setor secundário é o mais relevante para a economia do município. 191 350 mil reais do PIB municipal são do valor adicionado bruto da indústria (setor secundário), sendo, portanto, o setor que atualmente é a maior fonte geradora do PIB extremozense.[33] Já o setor terciário é o mais relevante para a economia municipal. A prestação de serviços rende 98 320 reais ao PIB municipal. De acordo com o IBGE, o município possuía, no ano de 2009, 197 unidades locais, sendo todas elas atuantes e 2 920 trabalhadores, sendo 1 568 do tipo pessoal ocupado total e 1 532 ocupados assalariados. Salários juntamente com outras remunerações somavam 13 420 mil reais e o salário médio mensal de todo município era de 1,7 salários mínimos.[33]

Estrutura urbana[editar | editar código-fonte]

Saúde, educação e criminalidade[editar | editar código-fonte]

Extremoz possuía, em 2009, dez estabelecimentos de saúde, sendo nove deles públicos e um privado.[33] Existiam dois hospitais gerais, sendo ambos filantrópicos, mas apenas um com atendimento pelo Sistema Único de Saúde. No ano de 2008, foram registrados 367 nascidos vivos, sendo que 7,4% nasceram prematuros, 35,4% foram de partos cesáreos e 24,8% foram de mães entre 10 e 19 anos (1,9% entre 10 e 14 anos). A taxa bruta de natalidade era de 16,3.[34] Em 2000, o Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) da longevidade em Extremoz era de 0,711 (o brasileiro era de 0,638).[8]

O município não conta com instituições de ensino superior, como faculdades e universidades, possuindo apenas escolas. Em 2009, das 7 168 matrículas existentes, 5 072 eram de ensino fundamental, 1 226 de ensino médio e 870 de ensino pré-escolar. Na rede docente, havia um total de 337, dos quais 230 na rede fundamental, 58 na rede superior (ensino médio) e 49 na rede pré-escolar. Dentre as escolas, existiam 32 que ministravam ensino fundamental, três de ensino secundário e 24 de ensino primário.[33] Segundo dados do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (INEP) e do Ministério da Educação (MEC), o índice de analfabetismo no ano de 2000 entre pessoas era mais frequente na faixa etária acima dos 25 anos (28,38%), enquanto a menor frequência era entre 15 e 17 anos (7,42%).[35] A taxa bruta de frequência à escola, que em 1991 era de 61,840%, passou para 82,860% em 2000.[36] 1 162 habitantes possuíam menos de 1 ano de estudo ou não contavam com instrução alguma.[37]

Em 2008, a taxa de homicídios no município foi de 48,9 para cada 100 mil habitantes, ficando na terceira posição a nível estadual e no 155° lugar a nível nacional.[38] O índice de suicídios naquele ano para cada 100 mil habitantes foi de 3,0 para cada 100 mil habitantes, ficando na trigésima oitava posição a nível estadual e no 1763° lugar a nível nacional.[39] Já em relação à taxa de óbitos por acidentes de transito, o índice foi de 11,9 para cada 100 mil habitantes, ficando na 37ª posição a nível estadual e no 1873° lugar a nível nacional.[40]

Transporte, serviços e comunicações[editar | editar código-fonte]

A frota municipal no ano de 2010 era de 3 647 veículos, sendo 2 190 automóveis, 44 caminhões, dois caminhões-trator, 185 caminhonetes, 72 camionetas, treze micro-ônibus, 1 013 motocicletas, 43 motonetas, 37 ônibus, deze veículos utilitários; outros tipos de veículos incluíam 38 unidades. Por não possuir rios em abundância, o município não possui muita tradição no transporte hidroviário, e também é cortada por ferrovias em seu território; possuindo duas estações do trem urbano da CBTU: Uma no Conjunto Estrela do Mar e a outra na sede do município. O município de Extremoz é atravessado pelas seguintes rodovias: a BR-101, que começa em Touros, no extremo nordeste do Rio Grande do Norte e do país, liga vários municípios e se estende até o extremo sul do Brasil; a RN-160, que liga Maxaranguape, passa pela sede municipal e se estende até o município de Serrinha, no agreste potiguar e a RN-307, que liga Ceará-Mirim a Extremoz. Além dessas, ainda existe a BR-406, que começa na capital potiguar e passa na divisa entre Natal, São Gonçalo do Amarante e Extremoz, estendendo-se até Macau.[41]

O serviço de abastecimento de água da cidade é operado pelo Serviço Autônomo de Água e Esgoto.[42] Já a responsável pelo abastecimento de energia elétrica é a Companhia Energética do Rio Grande do Norte (Cosern), que fornece energia em todos os municípios do estado do Rio Grande do Norte;[43] em 2007 havia 8 324 consumidores de energia elétrica, que consumiram um total de 173 245 megawatts de energia.[10] O serviço telefônico móvel, por telefone celular, é oferecido por diversas operadoras. O código de área (DDD) de Extremoz é 084[44] e o Código de Endereçamento Postal (CEP) da cidade é de 59575-000.[45] No dia 10 de novembro de 2008 o município passou a ser servido pela portabilidade, juntamente com outras cidades de DDDs 33 e 38, em Minas Gerais; 44, no Paraná; 49, em Santa Catarina; além de outros municípios com código 84, no Rio Grande do Norte.[46] Extremoz ainda conta uma agência da Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos.[10]

Habitação e infraestrutura básica[editar | editar código-fonte]

De acordo com o censo demográfico de 2010 realizado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), Extremoz possuía, em geral, 6 499 domicílios. De todo esse total, existiam 6 419 casas (98,77%), 55 casas de vila ou em condomínio (0,85%), dezoito apartamentos (0,28%) e apenas sete habitações em casa de cômodos e cortiços (0,11%).[47] Já em relação à condição de ocupação do domicílio, 5 206 eram imóveis próprios (80,10%), 821 eram alugados (12,63%), 443 cedidos (6,82%) e 29 eram ocupados sob uma outra condição (0,45%). Em relação ao abastecimento de água realizando nas residências, 5 039 recebiam água tratada a partir de uma rede geral de distribuição (77,54%), 1 062 imóveis eram abastecidos por um poço ou nascente na propriedade (16,38%) e 398 unidades possuíam abastecimento de água vindo de outras fontes (6,12%). Quanto à energia elétrica, 73 030 imóveis eram abastecidos (98,37%), sendo 237 a partir de uma outra fonte (3,65%) e 6 195 a partir de uma companhia distribuidora de energia (95,32%); outros 67 domicílios não tinham ou não eram abastecidos pela rede elétrica (1,03%).[48]

Em relação do destino do lixo, 5 022 domicílios possuíam coleta (77,27%), dos quais 4 075 eram coletados por serviço de limpeza (62,70%) e 947 possuíam a coleta feita a partir de uma caçamba de serviço de limpeza (14,57%); outros 1 477 imóveis não possuíam coleta de lixo (22,73%).[48] Quanto ao esgotamento sanitário, 75 domicílios não possuíam banheiros nem sanitários (1,15%); já entre os 6 424 domicílios que a possuíam (98,85%), 137 tinham esgotamento sanitário feito a partir da rede geral de esgotos ou pluvial (2,11%), 2 320 a partir de uma fossa séptica (35,70%) e 3 967 com esgotamento sanitário feito de uma outra maneira (61,04%).[49]

Cultura[editar | editar código-fonte]

Artesanato[editar | editar código-fonte]

O artesanato é uma das formas mais espontâneas da expressão cultural extremozense. Em várias partes do município é possível encontrar uma produção artesanal diferenciada, feita com matérias-primas regionais e criada de acordo com a cultura e o modo de vida local. Alguns grupos reúnem diversos artesãos da região, disponibilizando espaço para confecção, exposição e venda dos produtos artesanais. Normalmente essas peças são vendidas em feiras, exposições ou lojas de artesanato.[50]

Pontos turísticos, principais festividades e eventos[editar | editar código-fonte]

Dromedários em Genipabu.

Extremoz possui como principais pontos turísticos as praias de Santa Rita, Barra do Rio, Graçandu e Pitangui. Além dessas, o município destaca-se por conter o principal cartão-postal e a praia mais famosa do Rio Grande do Norte: Genipabu. Localizada a vinte e cinco quilômetros do centro da capital potiguar, a praia destaca-se por possuir imensas dunas e também uma lagoa de águas doces, com forte atrativo ao apelo turístico. A região conta com uma boa infraestrutura de hotéis, pousadas, restaurantes, barracas de praia, passeios de "buggies", jangadas e dromedários.[51] [52]

Entre os diversos eventos realizados anualmente no município de Extremoz, destacam-se principalmente a festa de São Sebastião - padroeiro do Genipabu, e que acontece normalmente entre 17 e 20 de janeiro - Festa de Nossa Senhora dos Navegantes - que também no mês de janeiro, mais especificamente na última semana, que e conta com missas, procissões, shows e apresentações -, a festa de emancipação política de Extremoz - ocorre no dia 4 de abril, data em que o município se emancipou de Ceará-Mirim em 1963 -, a festa de São João de Extremoz - festa junina que ocorre durante aproximadamente um mês e é realizada em vários distritos - e a festa de São Miguel Arcanjo, que homenageia o padroeiro municipal.[10] [53]

Esporte[editar | editar código-fonte]

A Secretaria Municipal de Esporte e Lazer é a secretaria vinculada à prefeitura municipal que é responsável por atuar no setor esportivo do município.[54] Essa secretaria, junto com a Secretaria Estadual de Esporte e Lazer e a prefeitura de Extremoz, organiza, planeja e cria diversos eventos com foco no setor de esporte.[54] Além disso, o município já sediou, além dos próprios eventos organizados pela Secretaria Municipal de Esporte, vários outros eventos organizados por outras instituições, como a Regata Interestadual de Remo, organizada em 2011 e que contou com a participação de vários clubes de remo vindos do Rio Grande do Norte e de outras unidades da federação.[55]

Feriados[editar | editar código-fonte]

Em Extremoz, há dois feriados municipais, dois feriados estaduais, oito feriados nacionais e três pontos facultativos. Os feriados municipais são o dia 4 de abril, dia de emancipação política do município, e o dia 29 de setembro, dia do padroeiro do município, São Miguel Arcanjo.[56] De acordo com a lei federal n.º 9.093, aprovada em 12 de setembro de 1995, os municípios podem ter no máximo quatro feriados municipais, já incluída a Sexta-Feira Santa.[57] [58]

Notas

  1. Segundo algumas fontes, a vila teria sido fundada em 1758 pelo desembargador Bernardo Coelho Gama Casco com o nome de "Vila Nova de Extremoz".[10]

Referências

  1. a b Divisão Territorial do Brasil. Divisão Territorial do Brasil e Limites Territoriais. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (1 de julho de 2008). Página visitada em 11 de outubro de 2008.
  2. a b Distância entre Natal/RN e Extremoz/RN. Google Maps. Página visitada em 4 de abril de 2014.
  3. a b Área territorial oficial. Resolução da Presidência do IBGE de n° 1 (R.PR-1/13). Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (15 de janeiro de 2013). Página visitada em 4 de abril de 2014.
  4. a b ESTIMATIVAS DA POPULAÇÃO RESIDENTE NOS MUNICÍPIOS BRASILEIROS COM DATA DE REFERÊNCIA EM 1º DE JULHO DE 2012 (PDF). Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (30 de agosto de 2011). Página visitada em 31 de agosto de 2012.
  5. Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil. Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) (2010). Página visitada em 31 de agosto de 2013.
  6. a b Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Página visitada em 11 dez. 2010.
  7. a b Tabela 2.1 - População residente, total, urbana total e urbana na sede municipal, em números absolutos e relativos, com indicação da área total e densidade demográfica, segundo as Unidades da Federação e os municípios – 2010. IBGE (2010-2011). Página visitada em 13 de outubro de 2011. Cópia arquivada em 7 de outubro de 2011.
  8. Erro de citação: Tag <ref> inválida; não foi fornecido texto para as refs chamadas PNUD_IDH_2000
  9. a b c d DA CRIAÇÃO ATÉ HOJE.... Prefeitura Municipal de Extremoz (RN). Página visitada em 17 de outubro de 2011. Cópia arquivada em 17 de outubro de 2011.
  10. a b c d e f g h EXTREMOZ. IDEMA/RN (2008). Página visitada em 14 de setembro de 2011. Cópia arquivada em 17 de outubro de 2011.
  11. Distância entre Brasília/DF e Extremoz/RN. Google Maps. Página visitada em 4 de abril de 2014.
  12. a b c d Extremoz. Instituto de Desenvolvimento Econômico e Meio Ambiente do Rio Grande do Norte (2013). Página visitada em 4 de abril de 2014.
  13. Mapa Exploratório-Reconhecimento de solos do município de Extremoz, RN. Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária. Página visitada em 1º de agosto de 2014. Cópia arquivada em 1º de agosto de 2014.
  14. Ficha Técnica do Reservatório Lagoa de Extremoz. Secretaria Estadual de Meio Ambiente de Recursos Hídricos. Página visitada em 4 de abril de 2014.
  15. DECRETO Nº 12.620, de 17/05/1995. Página visitada em 4 de abril de 2014. Cópia arquivada em 4 de março de 2014.
  16. a b Clima: Extremoz. Climate Data. Página visitada em 4 de abril de 2014. Cópia arquivada em 4 de abril de 2014.
  17. Ocorrência de Chuvas (mm) - 2008 - Posto: EXTREMOZ (EMATER). Empresa de Pesquisa Agropecuária do Rio Grande do Norte (2008). Página visitada em 4 de abril de 2014.
  18. Ocorrência de Chuvas (mm) - 2014 - Posto: EXTREMOZ (EMATER). Empresa de Pesquisa Agropecuária do Rio Grande do Norte (2014). Página visitada em 4 de abril de 2014.
  19. Ocorrência de Chuvas (mm) - 2006 - Posto: EXTREMOZ (EMATER). Empresa de Pesquisa Agropecuária do Rio Grande do Norte (2006). Página visitada em 4 de abril de 2014.
  20. Ocorrência de Chuvas (mm) - 2013 - Posto: EXTREMOZ(EMATER). Empresa de Pesquisa Agropecuária do Rio Grande do Norte (2013). Página visitada em 4 de abril de 2014.
  21. Análise de precipitação acumulada por mês - Ano: 2005 - Posto: Extremoz (EMATER). Empresa de Pesquisa Agropecuária do Rio Grande do Norte (2005). Página visitada em 1º de agosto de 2014. Cópia arquivada em 1º de agosto de 2014.
  22. Confederação Nacional dos Municípios (CNM). Demografia - População Total. Página visitada em 8 de maio de 2011.
  23. a b Tabela 2.7 - População residente, por situação do domicílio e sexo, segundo os municípios – 2010. IBGE (2010-2011). Página visitada em 13 de outubro de 2011. Cópia arquivada em 7 de outubro de 2011.
  24. Censo 2010 - Lista municípios e religiões, Exibir Registro [ Id: 1113 ] (2010). Página visitada em 24 de agosto de 2012. Cópia arquivada em 24 de agosto de 2012.
  25. Tabela 3145 - População residente por sexo, situação do domicílio e cor ou raça - Resultados Preliminares do Universo. SIDRA (2010). Página visitada em 24 de agosto de 2012.
  26. a b Cidades@ - IBGE (2003). Mapa de Pobreza e Desigualdade - Municípios Brasileiros 2003. Página visitada em 13 de agosto de 2011.
  27. Governo Municipal. Guia de direitos. Página visitada em 14 de setembro de 2011.
  28. Apuração 1º turno > RN > EXTREMOZ (2008). Página visitada em 14 de setembro de 2011.
  29. Composição da Câmara (2008). Página visitada em 14 de setembro de 2011.
  30. Comarca: Extremoz. Poder Judiciário do Rio Grande do Norte. Página visitada em 14 de setembro de 2011.
  31. Eleitorado WEB. TSE (setembro de 2011). Página visitada em 17 de outubro de 2011.
  32. THALES TÁCITO PONTES LUZ DE PÁDUA CERQUEIRA (3 de julho de 2007). O candidato único precisa de quantos votos para ser eleito prefeito ?. Portal ClubJus. Página visitada em 10 de outubro de 2011. Cópia arquivada em 10 de outubro de 2011.
  33. a b c d e f Cidades@ - IBGE. Extremoz - RN. Página visitada em 15 de setembro de 2011.
  34. DATASUS. Cadernos de Informações de Saúde - Rio Grande do Norte (xls). Página visitada em 17 de outubro de 2011.
  35. Educação - Analfabetismo. Confederação Nacional de Municípios (CNM). Página visitada em 17 de outubro de 2011. Cópia arquivada em 17 de outubro de 2011.
  36. Educação - Freqüência Escolar. Confederação Nacional de Municípios (CNM). Página visitada em 17 de outubro de 2011. Cópia arquivada em 17 de outubro de 2011.
  37. Confederação Nacional de Municípios (CNM). Educação - Anos de Estudo. Página visitada em 12 de setembro de 2011. Cópia arquivada em 17 de outubro de 2011.
  38. Sangari (2011). Número e taxas (em 100 mil) de homicídio nos municípios com 10.000 habitantes ou mais (xls). Página visitada em 14 de setembro de 2011.
  39. Sangari (2011). Número e taxas (em 100 mil) de suicídio nos municípios com 10.000 habitantes ou mais (xls). Página visitada em 14 de setembro de 2011.
  40. Sangari (2011). Número e taxas (em 100 mil) de Óbitos Ac.Transporte nos municípios com 10.000 habitantes ou mais (xls). Página visitada em 14 de setembro de 2011.
  41. EXTREMOZ. IDEMA/RN. Página visitada em 17 de outubro de 2011. Cópia arquivada em 17 de outubro de 2011.
  42. SAAE - Serviço Autônomo de Água e Esgoto. Página visitada em 3 de junho de 2013. Cópia arquivada em 3 de junho de 2013.
  43. Companhia de Águas e Esgotos do Rio Grande do Norte. A COSERN. Página visitada em 12 de setembro de 2011.
  44. Estado: Rio Grande do Norte (RN). Página visitada em 17 de outubro de 2011. Cópia arquivada em 26 de agosto de 2011.
  45. Sobre Extremoz. CityBrazil. Página visitada em 17 de outubro de 2011. Cópia arquivada em 17 de outubro de 2011.
  46. Estadão (7 de novembro de 2008). Portabilidade numérica chega a mais 8 milhões na 2ªf. Página visitada em 19 de julho de 2011. Cópia arquivada em 1° de março de 2011.
  47. IBGE (2010). Tabela 3152 - Domicílios particulares permanentes, por tipo do domicílio e número de moradores - Resultados Preliminares do Universo. Sistema IBGE de Recuperação Automática (SIDRA). Página visitada em 17 de outubro de 2011.
  48. a b IBGE (2010). Tabela 3157 - Domicílios particulares permanentes, por condição de ocupação do domicílio, da existência de energia elétrica, da forma de abastecimento de água e do destino do lixo - Resultados Preliminares do Universo. Sistema IBGE de Recuperação Automática (SIDRA). Página visitada em 13 de outubro de 2011.
  49. IBGE (2010). Tabela 3154 - Domicílios particulares permanentes, por existência de banheiro ou sanitário e tipo de esgotamento sanitário - Resultados Preliminares do Universo. Sistema IBGE de Recuperação Automática (SIDRA). Página visitada em 13 de outubro de 2011.
  50. Feira de Artesanato potiguar movimenta a praia de Genipabú. Prefeitura Municipal de Extremoz (RN) (15 de janeiro de 2010). Página visitada em 2 de outubro de 2011. Cópia arquivada em 24 de agosto de 2012.
  51. Genipabu - Extremoz. Natal Trip. Página visitada em 17 de outubro de 2011. Cópia arquivada em 24 de agosto de 2012.
  52. Igor Ribeiro (29 de setembro de 2000). Genipabu tem a natureza como o turista quer. Terra.com. Página visitada em 17 de outubro de 2011. Cópia arquivada em 24 de agosto de 2012.
  53. Festas Populares. Site do Turismo do Governo do Rio Grande do Norte. Página visitada em 17 de outubro de 2011. Cópia arquivada em 24 de agosto de 2012.
  54. a b Secretaria Municipal de Esporte e Lazer - SMEL. Prefeitura Municipal de Extremoz (RN). Página visitada em 17 de outubro de 2011. Cópia arquivada em 24 de agosto de 2012.
  55. Município de Extremoz sediará Regata Interestadual de Remo. Diário de Natal (30 de junho de 2011). Página visitada em 17 de outubro de 2011. Cópia arquivada em 24 de agosto de 2012.
  56. FERIADOS MUNICIPAIS DAS COMARCAS DO RN – ANO 2010. Página visitada em 1º de outubro de 2011.
  57. Sérgio Ferreira Pantaleão. Carnaval - é ou não feriado? folga automática pode gerar alteração contratual (em português). Guia Trabalhista. Página visitada em 3 de março de 2011. Cópia arquivada em 3 de março de 2012.
  58. Presidência da República. Lei n.º 9.093, de 12 de setembro de 1995. Página visitada em 3 de março de 2011. Cópia arquivada em 3 de março de 2011.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Bandeira do Rio Grande do Norte.svg A Wikipédia possui o Portal do Rio Grande do Norte. Artigos sobre história, cultura, atrações, personalidades e geografia.


Conteúdo da Wikipedia está licenciado sob a: GFDL License
Powered by YouTube