Condado (Pernambuco) – Wikipédia, a enciclopédia livre

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Município de Condado
Bandeira desconhecida
Brasão desconhecido
Bandeira desconhecida Brasão desconhecido
Hino
Fundação 1958
Gentílico condadense
Prefeito(a) Sandra Felix da Silva (PSDB)
(2013–2016)
Localização
Localização de Condado
Localização de Condado em Pernambuco
Condado está localizado em: Brasil
Condado
Localização de Condado no Brasil
07° 35' 09" S 35° 06' 21" O07° 35' 09" S 35° 06' 21" O
Unidade federativa  Pernambuco
Mesorregião Mata Pernambucana IBGE/2008[1]
Microrregião Mata Setentrional Pernambucana IBGE/2008[1]
Municípios limítrofes Norte: Itambé (Pernambuco); Sul: Itaquitinga e Tracunhaém; Leste: Goiana; e Oeste: Aliança (Pernambuco).
Distância até a capital 58 km
Características geográficas
Área 89,643 km² [2]
População 25 632 hab. estatísticas IBGE/2014[3]
Densidade 285,93 hab./km²
Altitude 129 m
Clima Tropical As'
Fuso horário UTC−3
Indicadores
IDH-M 0,602 médio PNUD/2010[4]
PIB R$ 136 117 mil IBGE/2012[5]
PIB per capita R$ 5 520 18 IBGE/2012[5]
Página oficial

Condado é um município brasileiro do estado de Pernambuco. O município é formado apenas pelo distrito sede.

História[editar | editar código-fonte]

O nome Goianinha originou-se da cidade de Goiana, pois Condado era um distrito goianense. Goianinha começou a ser povoada no fim do século XVII.

Surge a história, em 1835, acolhendo os legistas de Goiana, a qual fora ocupada pelos revolucionários, sob o comando de Antônio Carneiro e coadjuvado pelos seus irmãos, no movimento conhecido por “Guerra dos cabanos”. As forças legistas de Goiana abandonaram a cidade e se acantonaram na povoação de Goianinha.

Foram eleitos em 1856, Juízes da Paz do distrito de Goiana: o Dr. José Inácio da Cunha Rabelo, Cel. Henrique Luiz da Cunha de Melo e o Major Manuel Corrêa de Oliveira Andrade.

São Sebastião se tornou o padroeiro da localidade, pois em 1870 uma epidemia de bexiga ia destruindo quase toda população. Foi quando através de uma promessa fervorosa ao mesmo santo foi conseguida a extirpação do mal epidêmico.

Em 1896 Condado foi elevado à categoria de vila. Em 1934 foi criada Paróquia de Nossa das Dores do Condado e em fim Goianinha passou a se chamar Condado por sugestão do geógrafo, historiador e professor Mário Melo, em homenagem a um engenho e riacho local.

Geografia[editar | editar código-fonte]

O relevo de Condado participa, em sua maior parte, da unidade dos Tabuleiros Costeiros. Nessa unidade geoambiental os solos presentes são Latossolos e Podzólicos nos topos de chapadas e topos residuais; solos Podzólicos com Fregipan, Podzólicos Plínticos e Podzóis nas pequenas depressões nos tabuleiros; pelos Podzólicos Concrecionários em áreas dissecadas e encostas e Gleissolos e Solos Aluviais nas áreas de várzeas. Uma pequena área do município está na unidade das Baixadas Litorâneas do Nordeste, caracterizada por restingas, mangues e dunas.

A vegetação nativa é predominantemente do tipo Floresta Subperenifólia, com partes de Floresta Subcaducifólia e transição cerrado/ floresta.

O município de Condado encontra-se inserido nos domínios da bacia hidrográfica do Rio Goiana.

Cultura[editar | editar código-fonte]

O município do Condado possui diversas manifestações artísticas. É considerada Terra do Cavalo-marinho.

Dentres outros folguedos possui coco-de-roda, ciranda, maracatu, entre outros.

O cavalo-marinho da cidade já viajou o Brasil com o seu trabalho.

Está situada em Condado também, a Filarmônica 28 de Junho. Instituição filantrópica que desenvolve suas atividades musicais desde 1905. É celeiro de grandes músicos para o estado e para o Brasil.


Economia[editar | editar código-fonte]

A economia do município baseia-se na agricultura. Os principais produtos são batata-doce, mandioca, abacate, laranja, cana-de-açúcar, milho, inhame, e coco.

O Índice de Desenvolvimento Humano Municipal é de 0,627, o que índice situa o município em 82o no ranking estadual e em 4184o no nacional.

Referências

  1. a b Divisão Territorial do Brasil Divisão Territorial do Brasil e Limites Territoriais Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (1 de julho de 2008). Visitado em 11 de outubro de 2008.
  2. IBGE (10 out. 2002). Área territorial oficial Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Visitado em 5 dez. 2010.
  3. Estimativa Populacional 2014 Estimativa Populacional 2014 Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (agosto de 2014). Visitado em 29 de agosto de 2014.
  4. Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil Atlas do Desenvolvimento Humano Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) (2010). Visitado em 01 de outubro de 2013.
  5. a b Produto Interno Bruto dos Municípios 2012 Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Visitado em 11 dez. 2014.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre municípios do estado de Pernambuco é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.
Powered by YouTube
Conteúdo da Wikipedia está licenciado sob a: GFDL e Creative Commons